No menu items!
32 C
Rio Branco
quarta-feira, outubro 21, 2020

Presidente do Sindicato das Olarias, ligado à Fieac, é denunciado por esmurrar a sogra

Últimas

Jarbas Soster reafirma compromisso com servidores públicos de Rio Branco

Na tarde desta quarta-feira, 21, o candidato a prefeitura de Rio Branco, Jarbas Soster, participou de uma reunião com a diretoria do Sindicato dos...

Caso Jonhliane: Ícaro e Alan viram réus, irão a júri popular e podem pegar até 30 anos cada

O fisioterapeuta Ícaro José da Silva Pinto e o estudante Araújo de Lima passaram da condição de acusados para réus no processo que apura...

Médico diz pra Rocha pedir pra “cagar”, renunciar e largar os privilégios do governo. “Quer enganar a quem”?

O médico Luciano Carioca perdeu a paciência com o vice-governador Major Rocha. Ele se sentiu incomodado com os ataques do militar ao governo e...

Coação e constrangimento: Estação Vip penaliza vigilantes e ameaça demitir quem não votar no candidato do coronel Ulisses

Os 250 vigilantes que trabalham na Estação Vip estão intimados a votar no instrutor de tiros Júlio Veras, candidato a vereador da capital. A...

Cruzeiro do Sul: sargento Adonis assume compromisso com taxistas

O candidato pela coligação “A Verdadeira Mudança”, Sargento Adonis, reuniu-se com taxistas na sede do sindicato, no Bairro da Baixa, na noite desta terça-feira...

O empresário Márcio Valter Agiolfi, presidente do Sindicato de Olarias do Acre, foi denunciado pela promotora Joana D´Arc Dias Martins, por lesão corporal. A pena prevista no Código Penal é detenção de três meses a um ano. A vítima é a sogra do empresário, dona Maria do Socorro Gomes Magalhães. A namorada de Agiolfi, Ursândila Caigila, também é denunciada como autora. A denúncia é datada de 24 de setembro. Veja abaixo:

SENTENÇA EM 26.08.2020

O acjornal deu a notícia do desentendimento entre o empresário e Maria do Socorro (veja AQUI) com a repercussão na delegacia de polícia.

ABAIXO, A ÍNTEGRA DA JUSTIFICATIVA APRESENTADA PELA PROMOTORA À 2ª VARA CRIMINAL DA COMARCA DE RIO BRANCO:

Informa o inquérito policial base que no dia 10 de agosto de
2019, por volta das 22h, na Rua Barbosa Lima, no bairro Base, nesta capital, os denunciados
Márcio Valter Agiolfi e Ursândila Caigila Vasconcelos Oliveira, em ação livre, consciente e
compartilhada, ofenderam a integridade corporal da vítima Maria do Socorro Gomes
Magalhães.
Conforme o apurado, na alinhada ocasião, a ofendida estava
no estabelecimento “Casa do Rio”, situada no endereço retro, azo em que encontrou com os
agressores e tentou “resolver uma situação”, verbalmente, com eles.
Todavia, foi prontamente repelida pelo agressor Márcio, que
proferiu os seguintes dizeres: “Vaza. Vaza. Sua vagabunda.” E, em ato contínuo, desferiu um
soco na face da vítima. Concomitantemente, a agressora Ursândila a agrediu jogando contra a
vítima copos e garrafas de vidro. As agressões só cessaram após intervenção de terceiros.
A ofensa a integridade física da vítima foi comprovada por
meio do exame de corpo de delito (fl. 43) e pelas fotografias dos hematomas.

Aguarda-se a sentença do magistrado

 




- Advertisement -

Mais notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui