No menu items!
27 C
Rio Branco
quinta-feira, dezembro 3, 2020

Sargento Adonis visita povo Katukina e firma compromissos

Últimas

Nicolau Junior parabeniza Ronald Polanco pela presidência do Tribunal de Contas do Acre

O presidente da Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), deputado Nicolau Júnior (Progressistas), em nome da mesa diretora e todos os deputados, parabenizou o novo...

Bocalom, o todo poderoso da vez, não emplaca o Produzir Para Empregar se não quiser

O jornalista Altino Machado e o ex deputado Luiz Calixto lembram o invejável rol de apoiadores de Bocalom, em comentários bem festejarmos na rede...

Ismael Tavares pode ser o novo presidente do Podemos em Rio Branco.

Filiado no PODEMOS-AC, Ismael Tavares é o preterido do Vereador eleito Arnaldo Barros para presidente do diretório municipal do partido em Rio Branco. Ele...

Inimigo da educação: Bolsonaro enfraquece Fundeb e professores ficarão sem reajuste em 2021

A Portaria interministerial 3, do governo Bolsonaro, que altera a gestão do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos...

“ Musa Fitness do crime” volta às redes sociais, cita Deus, vira ré e fica frente a frente com juiz

Presa em flagrante no dia 26 de agosto deste ano pelo crime de tráfico de drogas, Ivanna Alencar de Souza, que ficou conhecido como...

O candidato pela coligação “A Verdadeira Mudança” (PSL/DEM), Sargento Adonis, visitou no final de semana a Terra Indígena (TI) Campinas, que fica às margens da BR 364, a 55 quilômetros distante da sede do município de Cruzeiro do Sul. O político, além de demonstrar respeito e admiração pela nação Katukina, firmou compromissos de campanha. O candidato a vereador, Elias Marçal,integrou a comitiva.
Recebido por líderes de oito das nove aldeias que compõem a (TI), o candidato, que participou deu um rito, comprometeu-se com as reivindicações e fez questão de mencioná-las no seu plano de governo. “Eu tenho muito carinho por vocês. Posso não atender todos os pedidos, porém estaremos de portas abertas para executar políticas públicas, bem como buscar outras formas de investimentos, principalmente nas questões da saúde e segurança alimentar”, disse Adonis, para quem “temos muitos que aprender com este povo”.
Figuram como principais pleitos as construções de uma arena-cupixaua, de uma quadra de esportes e de uma residência para os índios que estudam na cidade. Os líderes também querem diversificar a alimentação, uma vez que a caça e a pesca são escassas. “Não temos atendimento de saúde nem laboratório por parte do município. Queremos uma creche e educação especial para as nossas crianças com deficiências. Por fim, queremos apoio à piscicultura e outras formas de renda”, reivindicou Elídio Filho Katukina, cacique da Aldeia Waninawa.
A Caravana do 17 fez ainda reuniões no Ramal dos Caracas e na Estrada da Variante. No domingo, acompanhado pela candidata a vice-prefeita, Suelen Oliveira, visitou moradores do Ramal 5, além das comunidades Japãozinho e Santa Luzia do Pentecostes. “Esta campanha não pertence a mim nem ao PSL ou ao DEM. Ela se transformou numa causa do nosso povo trabalhador”, destacou Sargento Adonis, em tom emocionado.




- Advertisement -

Mais notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui