No menu items!
25 C
Rio Branco
quarta-feira, novembro 25, 2020

No PSL do Acre, candidato com mais potencial recebe mais fundo partidário

Últimas

Blog do Assem: MDB e Márcio Bittar foram omissos com desmandos no Depasa e todos os diretores são exonerados

Não foi por falta de aviso. Quando Sebastião Fonseca foi demitido por corrupção, os substituto deveriam seguir uma linha de gestão minimamente decente. mas se envolveram...

Governador anuncia o pagamento de prêmio de valorização dos servidores do Detran

Da Secom Honrando compromisso de valorizar os servidores públicos, o governador Gladson Cameli anunciou nesta terça-feira, 24, a regulamentação do pagamento do Prêmio Anual de...

Gladson antecipa salários de novembro; gratificação do Detran e auxílio Covid para Saúde e Segurança saem no mesmo dia

O governador Gladson Cameli autorizou a antecipação dos salários de novembro para servidores da ativa e aposentados do Estado. Todos receberão seus vencimentos na...

Gladson aciona MPE, confirma exoneração de todos os cargos políticos do Depasa e a volta da Sanacre

O governador Gladson Cameli informou há pouco que todos os cargos de natureza política do Depasa serão exonerados. A primeira leva de exonerações sairá...

O PP, que ainda recruta fiscais “voluntários”, tem campanha de R$ 4 milhões; Socorro Neri não recebeu nem R$ 470 mil

Com o aumento da transparência na divulgação dos recursos movimentados nas candidaturas, o eleitor tem acesso ao quanto de dinheiro do fundo eleitoral e...

Se engana quem pensar que o candidato mais pobre terá maior repasse do fundo partidário para tocar sua campanha. Esse critério passou longe das pretensões do PSL no Acre, que define o candidato de maior potencial de elegibilidade como o merecedor da maior fatia dos recursos. Pelo menos será assim no interior, onde quem gerencia toda a logística é o presidente da Executiva Regional, Pedro Valério.

Aí acjornal, o dirigente disse na tarde desta segunda feira que, inicialmente, serão priorizados os candidatos negros e as mulheres, beneficiadas por cotas instituídas por decisão do STF. Depois, vem o rateio que fera inconformismo de muitos. “Temos sido democráticos. Há partidos que negam o fundo a muitos candidatos. Nós não deixaremos ninguém sem recursos” , disse ele.

Questionado sobre os critérios para apontar quem receberá mais dinheiro, Pedro Valério disse que, “no caso dos majoritários, as pesquisas são o melhor termômetro’.

No caso dos postulantes ao cargo de vereador, o PSL observa o volume da campanha e a rede de apoiadores montada pelos próprios candidatos. “Os que apresentam maior volume de campanha evidentemente poderão ter mais votos”, disse.




- Advertisement -

Mais notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui