No menu items!
27 C
Rio Branco
quinta-feira, dezembro 3, 2020

Blog do Assem: a falácia de Minoru Kinpara e o seu enredo de poucas verdades

Últimas

Nicolau Junior parabeniza Ronald Polanco pela presidência do Tribunal de Contas do Acre

O presidente da Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), deputado Nicolau Júnior (Progressistas), em nome da mesa diretora e todos os deputados, parabenizou o novo...

Bocalom, o todo poderoso da vez, não emplaca o Produzir Para Empregar se não quiser

O jornalista Altino Machado e o ex deputado Luiz Calixto lembram o invejável rol de apoiadores de Bocalom, em comentários bem festejarmos na rede...

Ismael Tavares pode ser o novo presidente do Podemos em Rio Branco.

Filiado no PODEMOS-AC, Ismael Tavares é o preterido do Vereador eleito Arnaldo Barros para presidente do diretório municipal do partido em Rio Branco. Ele...

Inimigo da educação: Bolsonaro enfraquece Fundeb e professores ficarão sem reajuste em 2021

A Portaria interministerial 3, do governo Bolsonaro, que altera a gestão do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos...

“ Musa Fitness do crime” volta às redes sociais, cita Deus, vira ré e fica frente a frente com juiz

Presa em flagrante no dia 26 de agosto deste ano pelo crime de tráfico de drogas, Ivanna Alencar de Souza, que ficou conhecido como...

Vi no concorrente trecho de uma entrevista em que Minoru Kinpara tenta transparecer bondade e coerência.

A hipocrisia gritou na fala do candidato.

É fácil se manifestar contra os ataques.

A falácia é de graça.

O que custa caro é convencer sinceridade.

O eleitor minimamente antenado tem ânsia de vômito diante de tamanha insensatez.

Quero ver o Minoru se dirigir à milícia criada pelo seu partido, o PSDB, e aos agregados da sua coligação, numa nota de poucas linhas ou num vídeo curto, orientando sua tropa do mal a cessar a artilharia pesada contra os demais candidatos.

Duvido o Minoru inverter os termos da declaração, assumindo, de público, uma ordem expressa para que sua militância se ocupe mais em mostrar propostas e pare, já, de xeretar a vida pessoal alheia.

Em campanha todo mundo é traído, é corno, veado, é maconheiro, trepa com A, B e C.

Parece correto para o senhor, candidato, as ilações sem limites?

É regra de um jogo sujo por si só?

Um educador supostamente decente admite isso como critério para ganhar votos?

O senhor não disse que deixou o PT por causa da corrupção?

E não é corrupção calar enquanto seus jagunços tramam nas redes sociais?

E a sua família, se for vítima de tais ofensas? Vai doer quanto?

Filhos menores, pais idosos, esposas, maridos e demais familiares que cercam o senhor estariam preparados para a execração?

Sorte a sua que Socorro Neri e Bocalom, principais alvos de sua quadrilha, estão mais preocupados em vencer a eleição por meios menos covardes.

Sim, por que o desrespeito à DIGNIDADE tem sido até aqui patrocinado pelos que perderam seus empregos no governo, por não serem confiáveis, por não serem, nem de longe, aliados de fato.

Não é verdade que o pau que dá em Chico dá em Francisco?

Já que o senhor não concorda com a injúria e a difamação, tome uma decisão honrosa e engrandeça a sua campanha. Peça-os para parar.

Senão será mesmo melhor que não seja prefeito.




- Advertisement -

Mais notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui