No menu items!
27 C
Rio Branco
quinta-feira, dezembro 3, 2020

Pesquisas não refletem o que sentimos nas ruas, diz Jarbas Soster

Últimas

Nicolau Junior parabeniza Ronald Polanco pela presidência do Tribunal de Contas do Acre

O presidente da Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), deputado Nicolau Júnior (Progressistas), em nome da mesa diretora e todos os deputados, parabenizou o novo...

Bocalom, o todo poderoso da vez, não emplaca o Produzir Para Empregar se não quiser

O jornalista Altino Machado e o ex deputado Luiz Calixto lembram o invejável rol de apoiadores de Bocalom, em comentários bem festejarmos na rede...

Ismael Tavares pode ser o novo presidente do Podemos em Rio Branco.

Filiado no PODEMOS-AC, Ismael Tavares é o preterido do Vereador eleito Arnaldo Barros para presidente do diretório municipal do partido em Rio Branco. Ele...

Inimigo da educação: Bolsonaro enfraquece Fundeb e professores ficarão sem reajuste em 2021

A Portaria interministerial 3, do governo Bolsonaro, que altera a gestão do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos...

“ Musa Fitness do crime” volta às redes sociais, cita Deus, vira ré e fica frente a frente com juiz

Presa em flagrante no dia 26 de agosto deste ano pelo crime de tráfico de drogas, Ivanna Alencar de Souza, que ficou conhecido como...

O empresário Jarbas Soster se disse surpreso com  as pesquisas publicadas nos últimos dias em Rio Branco. O candidato diz confiar muito mais na aceitação dos eleitores, durante o cumprimento de suas agendas nos bairros.

“Pesquisas não refletem o que nós sentimos. O povo quer mudança. Chega da velha política, das mesmas caras, dos mesmos projetos, das propostas falaciosas. Renovação e transformação são o que os riobranquenses mais querem. E eu estou aqui, de peito aberto, para testemunhar esse desabafo”, declarou.

Soster não critica as campanhas dos adversários e fez a opção de respeitá-los. Mas não abre mão de questionar a validade de projetos que já caducaram há muito tempo.

“Eu fico com a minha pesquisa. Eu fico com a pesquisa dos meus ouvidos. O que vejo nas ruas é o clamor por alternância de poder e uma insatisfação gritante com a mesmice”.




- Advertisement -

Mais notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui