No menu items!
23 C
Rio Branco
quinta-feira, dezembro 3, 2020

Candidato a prefeito mais pobre do AC depende de carona e pede doações após ser discriminado pelo próprio partido

Últimas

Bocalom conseguiria governar sem contemplar vereadores com cargos na prefeitura?

O prefeito eleito Tião Bocalom acertaria em rejeitar indicações de vereadores para cargos no município. A declaração dele, segundo a qual  os parlamentares não...

Fantasmas no Mais Médicos: diretor afastado do Hospital do Juruá favoreceu estelionato, diz PF

O diretor Técnico do Hospital do Juruá teria favorecido a prática de estelionato contra a administração pública, entendeu a Polícia Federal. Marcos Melo foi...

Fraude no Mais Médicos: juiz manda sequestrar veículos, casas e outros bens; diretor do Hospital do Juruá é afastado

A Polícia Federal em Cruzeiro do Sul, no bojo da operação “Choro de Hipócrates”, identificou que na região de Cruzeiro do Sul, Rodrigues Alves, Mâncio Lima,...

Veterinário, engenheiro e agrônomo: Governo do Acre divulga e homologa resultado final do concurso do Idaf

O governo do Acre, por meio da Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag) e do Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal (Idaf),...

helicóptero do governo volta em janeiro para cobrir Segurança e Saúde; Gladson vistoria manutenção

O governador Gladson Cameli esteve no hangar da empresa Líder no Aeroporto de Jacarepaguá, no Rio de Janeiro, vistoriando o helicóptero Esquilo B2 do...

O Menino da Bicicleta, o R7, candidato a prefeito em Tarauacá pelo PTB, pede votos na sua bike, ou de carona quando o surrado pneu da “magrela” está furado. Lhe falta dinheiro até para levar sua única condução à oficina. A vice, dona Creuza, vendedora de picolés, enfrenta a mesma dificuldade.

Restou ao R7 pedir ajuda a amigos. Ele diz precisar de doações, em qualquer valor, para toar a campanha até o dia da votação, em 15 de novembro.

“Enfrento os poderosos em Tarauacá e já na capital do Acre também preciso enfrentar os tubarões. Me considero favorito, mas nem por isso tenho apoio. Sem estrutura e tendo que enfrentar vários obstáculos, se Deus quiser e com a ajuda do povo, daqui a alguns dias todas essas humilhações serão transformadas em vitória”, diz ele.

R7 ainda conseguiu montar uma chapa de vereadores, mas por motivo de dificuldade financeiras muito deles desistiram sobrando apenas 5 e, desses, nem todos o acompanham nas ruas.

Ele decidiu expor as dificuldades informando que não consegue falar sequer com a presidente do seu partido, a publicitária Charlene Lima. Humilhado e discriminado, apela para a caridade dos cidadãos acreanos.

Qualquer valor que possa ajudar o candidato deve ser depositado na conta de campanha acima:

 




- Advertisement -

Mais notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui