No menu items!
24 C
Rio Branco
sábado, fevereiro 27, 2021

Quenisson, policial penal que atirou na cabeça da mulher, começa a ser julgado, em Rio Branco

Últimas

Começou por volta das 8h30 da manhã desta terça-feira, 3, o julgamento do Policial Penal Quenisson Silva de Souza, acusado de matar a esposa com um tiro na cabeça. A sessão ocorre na 1ª Vara do Tribunal do Júri do Fórum Criminal, em Rio Branco.

Quenisson foi denunciado pelo crime de homicídio por motivo fútil, com o agravante de feminicídio e violência doméstica. Erlane Cristina de Matos morreu no pronto socorro, após ser atingida com um tiro na cabeça. O crime aconteceu no dia 11 de março deste ano na residência do casal.

Consta na denuncia que após uma acirrada discussão Quenisson pegou a arma, uma pistola ponto 40 de propriedade do Iapen, e atirou na cabeça da esposa. Depois ele acionou o SAMU. A tese da defesa do policial Penal é que o disparo foi acidental. O promotor Carlos Pescador disse que vai pedir a condenação do agente de segurança.




- Advertisement -

Mais notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui