No menu items!
27 C
Rio Branco
quinta-feira, dezembro 3, 2020

Irmãos Rocha perderão controle sobre setor produtivo, deputado Tchê assumirá Sepa e Gemil Júnior será deputado

Últimas

Nicolau Junior parabeniza Ronald Polanco pela presidência do Tribunal de Contas do Acre

O presidente da Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), deputado Nicolau Júnior (Progressistas), em nome da mesa diretora e todos os deputados, parabenizou o novo...

Bocalom, o todo poderoso da vez, não emplaca o Produzir Para Empregar se não quiser

O jornalista Altino Machado e o ex deputado Luiz Calixto lembram o invejável rol de apoiadores de Bocalom, em comentários bem festejarmos na rede...

Ismael Tavares pode ser o novo presidente do Podemos em Rio Branco.

Filiado no PODEMOS-AC, Ismael Tavares é o preterido do Vereador eleito Arnaldo Barros para presidente do diretório municipal do partido em Rio Branco. Ele...

Inimigo da educação: Bolsonaro enfraquece Fundeb e professores ficarão sem reajuste em 2021

A Portaria interministerial 3, do governo Bolsonaro, que altera a gestão do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos...

“ Musa Fitness do crime” volta às redes sociais, cita Deus, vira ré e fica frente a frente com juiz

Presa em flagrante no dia 26 de agosto deste ano pelo crime de tráfico de drogas, Ivanna Alencar de Souza, que ficou conhecido como...

A Liga Acreana dos Pastores Evangélicos do Estado do Acre será contemplada com um mandato de deputado estadual. O deputado Luiz Tchê deve se afastar do mandato para assumir a Sepa, secretaria que cuida de todo o setor produtivo do estado.

Em seu lugar, assume, na Aleac, o suplente e ex-secretário de Saúde, Gemil Júnior, um dos pastores da liga que inclui as 12 maiores igrejas evangélicas da região, com nomes renomados no cenário evangélico acreano – entre eles o pastor Agostinho, líder da Igreja Batista do Bosque; pastor Luiz Gonzaga, líder da Assembléia de Deus; a apostola Deyse (viúva do pastor Affi Arão); e o pastor Maquinho Bombeiros.

Nesse formato, a Sepa sai do controle da deputada federal Mara Rocha (PSDB).

Todas as classes sociais têm hoje dentro da ALEAC um deputado para defender seus interesses. Os evangélicos se ressentem dessa falta de representatividade. Por isso, se faz necessário uma articulação política para que o suplente Gemil Junior venha a assumir o cargo pelos próximos dois anos.

Na próxima semana Luiz Tchê já deve se afastar. As tratativas do deputado com o governo já avançaram.  Ele deve confirmar ao Palácio Rio Branco a sua aceitação formal à Secretaria Estadual de Agricultura e Pecuária, deixando a vaga de deputado em aberto.

O governo reforça as políticas públicas em torno do projeto de agronegócio, uma das prioridades da atual gestão.




- Advertisement -

Mais notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui