No menu items!
23 C
Rio Branco
quinta-feira, dezembro 3, 2020

X-9: polícia apreende aparato eletrônico na casa de PM lotado no gabinete do vice-governador do Acre

Últimas

Bocalom conseguiria governar sem contemplar vereadores com cargos na prefeitura?

O prefeito eleito Tião Bocalom acertaria em rejeitar indicações de vereadores para cargos no município. A declaração dele, segundo a qual  os parlamentares não...

Fantasmas no Mais Médicos: diretor afastado do Hospital do Juruá favoreceu estelionato, diz PF

O diretor Técnico do Hospital do Juruá teria favorecido a prática de estelionato contra a administração pública, entendeu a Polícia Federal. Marcos Melo foi...

Fraude no Mais Médicos: juiz manda sequestrar veículos, casas e outros bens; diretor do Hospital do Juruá é afastado

A Polícia Federal em Cruzeiro do Sul, no bojo da operação “Choro de Hipócrates”, identificou que na região de Cruzeiro do Sul, Rodrigues Alves, Mâncio Lima,...

Veterinário, engenheiro e agrônomo: Governo do Acre divulga e homologa resultado final do concurso do Idaf

O governo do Acre, por meio da Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag) e do Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal (Idaf),...

helicóptero do governo volta em janeiro para cobrir Segurança e Saúde; Gladson vistoria manutenção

O governador Gladson Cameli esteve no hangar da empresa Líder no Aeroporto de Jacarepaguá, no Rio de Janeiro, vistoriando o helicóptero Esquilo B2 do...

A Polícia Civil cumpriu neste domingo (08) Mandado de Busca e apreensão na residência do policial militar Fernando Freire Barreto, em Rio Branco. O referido policial é lotado no gabinete do vice-governador, Major Rocha, e está sendo investigado por denúncias de fake news, práticas adotadas por um grupo responsável por elaborar notícias inverídicas, atacando a honra de autoridades, empresários e jornalistas acreanos.

A ação foi deflagrada em cumprimento à ordem judicial, objetivando colher elementos de prova em investigação que apura, além da divulgação de “fake news”, outros crimes correlatos como falsidade ideológica.

Fontes resguardadas sob sigilo policial e jurídico informaram que foram apreendidos celulares, computadores, pen drives e outros aparelhos eletrônicos, além de documentos.




- Advertisement -

Mais notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui