No menu items!
25 C
Rio Branco
quarta-feira, novembro 25, 2020

Monic Dourado, a acreana que brilha nos gramados do Brasileirão feminino 2020

Últimas

Blog do Assem: MDB e Márcio Bittar foram omissos com desmandos no Depasa e todos os diretores são exonerados

Não foi por falta de aviso. Quando Sebastião Fonseca foi demitido por corrupção, os substituto deveriam seguir uma linha de gestão minimamente decente. mas se envolveram...

Governador anuncia o pagamento de prêmio de valorização dos servidores do Detran

Da Secom Honrando compromisso de valorizar os servidores públicos, o governador Gladson Cameli anunciou nesta terça-feira, 24, a regulamentação do pagamento do Prêmio Anual de...

Gladson antecipa salários de novembro; gratificação do Detran e auxílio Covid para Saúde e Segurança saem no mesmo dia

O governador Gladson Cameli autorizou a antecipação dos salários de novembro para servidores da ativa e aposentados do Estado. Todos receberão seus vencimentos na...

Gladson aciona MPE, confirma exoneração de todos os cargos políticos do Depasa e a volta da Sanacre

O governador Gladson Cameli informou há pouco que todos os cargos de natureza política do Depasa serão exonerados. A primeira leva de exonerações sairá...

O PP, que ainda recruta fiscais “voluntários”, tem campanha de R$ 4 milhões; Socorro Neri não recebeu nem R$ 470 mil

Com o aumento da transparência na divulgação dos recursos movimentados nas candidaturas, o eleitor tem acesso ao quanto de dinheiro do fundo eleitoral e...

A história de vida da feijoense Monicleya Dourado de Aguiar (monic Dourado) poderia ser igual à de tantas outras jovens de sua idade que nasceram em uma cidade com os Índices de Desenvolvimento Humano de apenas 0,539, no interior do Estado do Acre.

Mas em 2014 ela decidiu correr atrás de seus sonhos, mesmo ficando mais longe da família, para morar com uma irmã na Paraíba. O objetivo inicial era cursar uma faculdade de Educação Física com preço escolar inferior aos que são praticados no Acre.

Na capital João Pessoal ela descobriu, através de uma amiga de aula, que as alunas que se destacavam nos jogos escolares ganhavam uma bolsa para ajudar nas despesas do colégio.

Monic Dourado não perdeu tempo.

O treinador do Auto Esporte viu na acreana as qualidades ideias de uma grande atleta que ainda pode render muito nos gramados do mundo.

“A Monic está comigo há mais de quatro anos. É uma jogadora da minha confiança desde outras equipes por onde já passamos juntos. Ela é muito disciplinada, gosta de treinar, é focada na competição e sabe o que quer. É uma volante que pensa o jogo, distribui bem a bola com um passe certeiro e foi fundamental para o sucesso da nossa equipe até aqui. Tenho certeza que o potencial dela será o passaport para equipes maiores do futebol feminino brasileiro após o campeonato que estamos, hoje, disputando”, declarou.

A atleta acreana não quis revelar se já recebeu convite de outras equipes para mudar de time após o Brasilerão deste ano. Mas adiantou que nesse momento está focada, apenas, na competição e nos estudos.

“A gente treina todos os dias, de segunda a sábado, e ainda frequento a faculdade à noite. Nesse momento a prioridade são meus estudos e o campeonato brasileiro”.

A pivô do Auto Esporte Futebol Clube da Paraíba aproveitou a conversa com a equipe do Acjornal para dizer que sente muita saudade do Acre e pedir a torcida dos conterrâneos para o seu time.

No próximo final de semana Monic Dourado entrou em campo novamente, já recuperada de uma contusão, para defender o Auto Esporte da Paraíba contra a UDA de Maceió, no estádio Almeidão em João Pessoa. O time da atleta acreana perdeu por 2×1.




- Advertisement -

Mais notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui