No menu items!
23 C
Rio Branco
quinta-feira, janeiro 28, 2021

Blog do Assem: MDB e Márcio Bittar foram omissos com desmandos no Depasa e todos os diretores são exonerados

Últimas

Não foi por falta de aviso.

Quando Sebastião Fonseca foi demitido por corrupção, os substituto deveriam seguir uma linha de gestão minimamente decente.

mas se envolveram em novos desmandos.

Até assédio sexual e ameaças a trabalhadores está rolando numa das companhia mais essenciais à população.

A paciência acabou.

Como antecipei, todos os diretores foram exonerados nesta quarta-feira: o presidente Luís Felipe Aragão; o diretor Administrativo e Financeiro Mamed Aruda Bucar de Arruda Neto (primo de Fonseca); o diretor executivo Luiz Anute

Waleska Lima Bezerra, que coordenava setores importantes, dentre eles o de Licitações e Transportes, assume a Presidência do Depasa.

E Márcio Bittar, eleito pelo Acre mas não suja o sapato com a lama do Acre, perde a influência junto ao Palácio Rio Branco. O senador nada fez para botar seus indicados nos eixos.

Deixou rolar o desmando.

Nem Flaviano, nem Roberto Duarte, nem Jéssica Sales, nem Antônia Sales.

Ninguém fez absolutamente nada, enquanto o dinheiro público escorria como água pelo ralo.

Que se expurguem os oportunistas de vez.

Que voltem com a Sanacre

E valorizem os servidores da casa

A despolitização do Depasa foi a decisão mais acertada.

A Polícia Civil confirmou que uma empresa ligada aos ex-gestores Sebastião Fonseca e  Edson Siqueira era beneficiada com pagamento irregular no desvio de verbas públicas que chegou ao montante de R$ 500 mil.

As investigações são da Delegacia de Combate à Corrupção e aos Crimes contra a Ordem Tributária e Financeira (Decor).




- Advertisement -

Mais notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui