No menu items!
22 C
Rio Branco
terça-feira, janeiro 19, 2021

Júri condena a 26 anos taxista que deixou namorada inválida, mais multa de R$ 100 mil

Últimas

O Conselho de Sentença da 2ª Vara do Tribunal do Júri decidiu pela condenação do taxista Luiz Felipe Santos de Azevedo. O réu foi considerado culpado pelo crime de tentativa de homicídio duplamente qualificado contra a ex-namorada Jacicleia Castro Vieira por motivo torpe.

Luiz Felipe recebeu pena de 26 anos e 5 meses de prisão em regime fechado. O réu foi condenado ainda a pagar uma indenização no valor de R$ 100 mil à vítima por dano moral. Na sentença o corpo de jurados levou em conta ainda o fato de a vítima, de 39 anos de idade,  ter ficado em estado vegetativo (não anda, não fala e vive acamada).

Luiz Felipe não poderá recorrer da decisão em liberdade e teve a prisão decretada após julgamento. O taxista foi absolvido da tentativa de homicídio contra um amigo de Jacicleia




- Advertisement -

Mais notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui