No menu items!
26 C
Rio Branco
quinta-feira, janeiro 21, 2021

Arregou! Bocalom não tem como explicar “todo mundo precisa pegar Covid” e desiste de encarar Socorro Neri na TV Globo

Últimas

A coordenação de campanha de Tião Bocalom (PP) tomou uma decisão temerária há pouco, ao avaliar o enorme desgaste causado pela infeliz declaração do candidato numa emissora local. Bocalo foi orientado a desistir do debate na TV Acre, afilhada da Rede Globo, marcado para está noite.
Assessores do Bocalom tentaram minimizar o revés sofrido nas últimas horas e não sabem mensurar as consequências de o candidato ficar frente a frente com a prefeita, que viveu a pandemia desde o início e tem apoiado medidas de proteção individual e coletiva como condição para salvar vida.
A coordenação da campanha de Bocalom emitiu nota com um viés político lanebravel, atacando a candidata Socorro Neri, por uma suposta campanha difamatória contra o progressista. A nota (Veja abaixo) com argumentos superficiais e sem provas, não cita quais as atitudes difamatória e desonrosas estariam sendo atribuídas à prefeita.
Há três dias Bocalom é mantido fora da visibilidade natural da campanha, para evitar questionamentos dos eleitores. Até mesmo os frutos de “já ganhou” sumiram das redes sociais.
O candidato disse em entrevista ao jornalista Washington Aquino que “todos precisam pegar Covid para ficar imunizado”. Para Bocalom, as aulas presenciais devem ser retomadas por que “crianças não têm muito problema com Covid”.
Na mesma entrevista o candidato afirmou que ” se não pegar Covid o governo federal não manda dinheiro”.

 

A Coligação Produzir para Empregar, vem por meio desta nota informar, que seu candidato à prefeitura de Rio Branco Tião Bocalom, que foi acometido pelo coronavírus, no final do primeiro turno e início do segundo turno, o que resultou no seu afastamento imediato da campanha de rua por um período de 15 (quinze) dias vem a público esclarecer que:

Durante o primeiro turno, o candidato participou de todos os debates, 6 (seis) ao todo, em diversas plataformas de comunicação, onde apresentou nossas propostas, falou de sua premiada experiência na gestão pública e debateu os mais variados temas com todos os outros seis candidatos.

Debates em que Tião Bocalom sempre demonstrou respeito pela população e demais adversários, apresentando propostas e dialogando sobre o futuro de Rio Branco publicamente, mas, neste segundo turno, devido aos ataques, em estratégia adotada pela candidata-adversária, em proferir discurso rasteiro, baixarias, buscando o convencimento do eleitor por meio da distorção da verdade, atentando contra a própria democracia, preferimos orientar nosso candidato a não participar do debate da renomada Rede Amazônica (TV Acre).

Exigimos respeito ao nosso candidato e que os próprios eleitores também sejam respeitados. Ataques e mentiras não fazem e nem farão, em momento nenhum, parte de nossa estratégia de campanha. O povo merece um diálogo por meio de propostas, como está sendo realizado em nossa campanha.

Como estamos na reta final das eleições, acabamos por decidir que iremos terminar nossa campanha, da mesma maneira que iniciamos, junto ao povo, nas ruas, conversando, ouvindo nossa querida gente, repudiando todo e qualquer ataque pessoal.

Arthur Neto

Coordenador-geral de campanha

Coligação Produzir para Empregar

Rio Branco Acre,25 de novembro de 2020




- Advertisement -

Mais notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui