No menu items!
26 C
Rio Branco
segunda-feira, janeiro 25, 2021

Resumo da semana no Blog do Assem: todos querem ser do Boca; e o parlamentar acreano, “defensor da família”, que trocou a esposa por uma novinha de Brasília

Últimas

Guerra pelo comando do MDB no Acre
Corre a 100 por hora a trama dentro do MDB, com suspeitas de que um golpe estaria sendo orquestrado pelo senador Márcio Bittar, para tentar tomar o comando do deputado federal Flaviano Melo. O assunto veio a público e o senador negou que estaria com tais intenções.
Por um lugar ao sol na gestão Bocalom
Ainda é transição, mas muitos aliados e apoiadores da campanha vitoriosa de Bocalom e Marfisa  correm para definir onde ficarão. Entrar no primeiro e segundo escalões é luxo e demonstração de que tem moral no ambiente dos vitoriosos.
Todos querem ser dono do Boca
Há uma guerra interna, não tão barulhenta, para saber quem tem mais moral com o prefeito eleito. Tem de três a quatro nomes dos que são mais próximo a ele tentando disputar quem vai gritar mais alto dentro da prefeitura a partir de janeiro de 2021. Creio que darão com os burros n´água. O Boca não é besta e um jornalista que andou sumido já levou uns carões para ficar quieto.
Ele vai nesta segunda-feira a Brasília e volta quarta-feira, possivelmente com boas notícias sobre o empenho de recursos para investimentos na capital.
Posse
Os 9 da transição em Rio Branco encerrarão sua missão dia 17. É que 24 horas depois Bocalom e os vereadores eleitos tomarão posse. Começará, em seguida, a composição oficial do secretariado.
Insisto do direito de não acreditar que não trocaram apoio por cargo. Bocalom será fritado caso ceda ao loteamento – natural nessa época.
Caso de família
A situação é assunto de fórum íntimo, mas, como o protagonista é figura pública, jamais escaparia de estar na boca de Matildes. É escândalo amoroso dos mais estridentes, que envolve um importante político acreano em Brasília. Dizem que o cara é o rei da moralidade e dos bons costumes pregados hipocritamente por Bolsonaro, mas que não resistiu aos encantos de uma novinha top das galáxias e já até separou da sua esposa, de tão apaixonado que ficou.
Demagogia é o que mais se vê na política e na vida. Quando se vê em flagrante de auto promoção, pagando de puritano, desconfie. São pessoas desse tipo que costumam se esconder atrás do discurso mentiroso e enganador.
Genocida
Governo Bolsonaro virou caso de polícia  – e Impeachment. O presidente vem agindo de forma criminosa em relação às vacinas para imunizar os brasileiros. Sua negligência e negação ao caos que enfrentando só não é mais lamentável que a passividade com que o STF e Congresso Nacional assistem a tudo quieto.
Crime da ABIN para salvar o filho enrolado
As denúncias de que o Ministro do GSI – Gabinete de Segurança Institucional -, Augusto Heleno, estaria utilizando agencia Brasileira de Inteligência para produzir a defesa do filho do presidente é gravíssima. Flávio Bolsonaro tenta de todas as maneiras usar o aparelho estatal para tentar apagar as provas de seus crimes operados por seu fiel assessor Fabrício Queiroz.
Cadeia aos canalhas !
A vacina e a milícia digital criminosa
A polícia federal deveria acionar as pessoas que cometem ações criminosas nas redes sociais, espalhando fake News e desinformações sobre as vacinas. O governador do Acre Gladson Cameli age corretamente quando prioriza a saúde de nossa gente. Aliás, tem sido implacável desde o primeiro dia da pandemia. Não é reconhecimento somente meu, mas 8 de cada 10 internautas.
Esperar por um irresponsável como Bolsonaro seria burrice.




- Advertisement -

Mais notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui