No menu items!
25 C
Rio Branco
quinta-feira, janeiro 28, 2021

MP afirma que dirigentes do PSL burlaram cota para mulheres

Últimas

O Ministério Público Eleitoral (MPE) entrou com uma ação contra o presidente nacional do PSL, deputado federal Luciano Bivar (PE), e o presidente da legenda na cidade do Rio, deputado estadual Alexandre Knoploch, por suposta fraude na distribuição de recursos do fundo eleitoral, que teria desrespeitado a cota de gênero na eleição para vereador do Rio. O MPE acusa o PSL de ter sido desigual no repasse às candidatas mulheres.

Na ação apresentada à Justiça, o promotor Rogério Pacheco Alves pede a inelegibilidade dos acusados pelos próximos oito anos e a cassação do registro ou do diploma. O PSL tem a segunda maior bancada da Câmara dos Deputados, com 53 parlamentares, o que garantiu à legenda R$ 199,4 milhões de fundo eleitoral em 2020, atrás apenas do PT.

 




- Advertisement -

Mais notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui