No menu items!
28 C
Rio Branco
sábado, janeiro 16, 2021

Rio Branco: dezenas de Ubers seguem cortejo até cemitério e descobrem que iam sepultar corpo errado

Últimas

O corpo motorista de aplicativo Francisco das Chagas, conhecido como “Piranga”, que morreu por complicações da Covid, ainda estava no Necrotério do Into quando dezenas de UBER´s seguiam um cortejo pensando que iriam sepultar o colega morto. Um vídeo foi publicado no perfil “Um Uber no Acre”, na plataforma Facebook, em que um dos motoristas narra a chegada  do cortejo para o sepultamento. Acontece que, na verdade, o defunto era outro: Francisco Camilo, outro paciente falecido, levado ao Cemitério Morada da Paz por engano. A confusão e a troca dos corpos foi feita pela funerária. A situação que gerou constrangimento generalizado só foi esclarecida após o Into telefonar para a família do Uber, comunicando que o corpo dele ainda estava na pedra. Os colegas disseram ao acjornal que estudam fazer novo cortejo após a troca dos corpos. A funerária não se pronunciou.




- Advertisement -

Mais notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui