No menu items!
27 C
Rio Branco
domingo, fevereiro 28, 2021

Juiz aceita denúncia do MP contra policial penal que matou vendedor de Picolés

Últimas

O Policial Penal Alessandro Rosas Lopes passou da condição de acusado para réu no procedimento que apura o assassinato do vendedor de picolés Gilcimar da Silva Honorato.
A decisão é do Juiz da 2ª Vara do Tribunal do Júri e Auditória Militar Alesson Braz, que recebeu a denúncia oferecida pelo Ministério Público Estadual.
Em um dos trechos do relatório o magistrado escreveu. “ A materialidade do crime demonstra-se pelo laudo cadavérico. Já os indícios de autoria são comprovados pelos depoimentos das testemunhas”, concluiu o juiz.
Alessandro Rosas, também conhecido como Guerrerinho, foi denunciado por homicídio qualificado por motivo torpe. A denúncia é assassinada pelo Promotor de Justiça Efraim Enrique Mendonza.
Ele virou réu no processo pelo homicídio do vendedor de picolés Gilcimar da Silva Honorato. O crime aconteceu no dia 12 de dezembro passado no Conjunto Esperança.
O Policial Penal utilizou uma arma do estado, pistola (ponto 40) para efetuar dois disparos pelas costas da vítima.
Na sequência o agente de segurança pública fugiu do local.
A partir de agora a defesa de Alessandro Rosas tem 10 dias para responder à acusação. Finalizada essa etapa o juiz Alesson Braz deve marcar a audiência de instrução e julgamento do processo.




- Advertisement -

Mais notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui