No menu items!
20 C
Rio Branco
sábado, maio 15, 2021

Prefeitura de Rio Branco avalia pagar aluguel social a vítimas de enxurrada que perderam tudo

spot_img

Últimas

A Prefeitura de Rio Branco analisa repassar aluguel social para famílias que perderam tudo na enxurrada dos igarapés nesse final de semana. Ao menos 500 famílias já foram cadastradas . Todas tiveram perdas durante o transbordamento dos igarapés que cortam Rio Branco (São Francisco, Judia e Batista).

A secretaria de ação social separou duas escolas, a Álvaro Vieira da Rocha e Adid Jatene, para receber as famílias que ainda não podem retornar para suas casas. Uma igreja também está recebendo as pessoas mais afetadas. Ao todo 15 famílias estão nesses abrigos.

Na escola Álvaro Vieira da Rocha, no bairro Conquista, são sete famílias abrigadas, e cada sala de aula virou momentaneamente a casa de uma família.

A prefeita em Exercício, Marfisa Galvão, informou que a prefeitura está atendendo diretamente 500 famílias, e muitas estão abrigadas em casas de parentes e amigos.

“Essas pessoas também precisam de ajuda, por isso estamos cadastrando e buscando a melhor foram de ajudar nesse momento tão difícil”, relatou. Ele disse que o aluguem social dependeria a situação de cada família.

As famílias aos poucos tentam limpar as casas e voltar a rotina do lar. Nas ruas onde os igarapés afetaram as casas, os móveis estragados estão no meio da rua. Apesar do retorno das famílias ainda existe o medo. Segundo a Defesa civil, as chuvas não vão parar e os igarapés podem voltar a subir.

A prefeitura analisa agora quais os imóveis têm segurança para receber de volta as famílias.




- Advertisement -spot_img

Mais notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui