No menu items!
24 C
Rio Branco
quarta-feira, março 3, 2021

Farmácias do AC venderam 500% mais Ivermectina e 113% mais Cloroquina em 48 dias; especialista diz que automedicação ameaça rins e coração

Últimas

Segundo o Conselho Nacional de Farmácia a venda de ivermectina aumentou 500% no Acre nos últimos dois meses, e o hidroxicloroquina ultrapassou os 113% na lista dos mais procurados por pessoas com sintomas de covid-19.

O ivermectina, indicado no combate a vermes em humanos, e a hidroxicloroquina, usada no tratamento da malária, não têm, até o presente momento, comprovação cientifica de eficácia no combate ou prevenção à Covid. Ainda assim, as pessoas estariam consumindo o coquetel por conta própria diante do aumento assustador de novos casos de covid-19 no Estado.

O alerta vem do presidente do Conselho Regional de Farmácias, João Victor Natalino Braga ao falar, nesta terça-feira, do aumento da procura pela hidroxicloroquina e a ivermectina.

O Ministério da Saúde tirou a exigência da apresentação de receita médica para aquisição desses remédios nas farmácias de todo o país.

“No começo da pandemia o Ministério da Saúde havia imposto restrições para a venda desses medicamentos para evitar a falta do produto pra quem faz uso contínuo, sob orientação médica. Mas agora retirou a exigência da apresentação da receita no ato da compra e a população está se auto medicando. No futuro, isso pode representar prejuízo ainda maior à saúde”. Alertou.

A ivermectina e a hidroxicloroquina são remédios classificados com Tarja Vermelha na lista dos medicamentos com venda controlada no Brasil devido à possibilidade de causar efeitos colaterais graves se consumidos aleatoriamente.

No caso da hidroxicloroquina, os especialistas alertam que ela pode causar problemas cardíacos se consumida inadequadamente. Já a ivermectina não seria diferente e ainda pode desenvolver problemas hepáticos no paciente se o uso não for adequado e na quantidade certa.




- Advertisement -

Mais notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui