No menu items!
24 C
Rio Branco
quarta-feira, março 3, 2021

Reservatório do Depasa pode desabar sobre Escola Padre Pelegrino, no Tucumã, e MP pede demolição urgente

Últimas

O Ministério Público pediu urgência ao Depasa para demolição do reservatório de água do Conjunto Tucumã, em Rio Branco. A recomendação publicada no Diário Eletrônico desta quarta-feira diz que que o reservatório pode desabar a qualquer momento sobre a Escola Municipal Padre Peregrino, que fica ao lado a estrutura.

O reservatório está desativado, tem um declínio de 12 centímetros. Um relatório técnico do MPE apontou que fissuras e infiltrações causaram corrosões na armadura do concreto e a estrutura perdeu parte da resistência.

A inclinação do reservatório é justamente para o lado da escola municipal Padre Peregrino. Em caso de desabamento afetaria quase todo o prédio da unidade, principalmente as salas de aula. Por causa da pandemia todos os trabalhos na escola estão suspensos, e, mesmo com o retorno das aulas, a escola precisaria ser interditada.

A direção do Depasa informou que existe uma equipe de engenheiro buscando a melhor maneira para a demolição da estrutura, e, mesmo estando desativada, o abastecimento de água do bairro Tucumã não foi afetado. Um reservatório que fica no solo está sendo usado para receber e enviar a água para as residências.

A perícia feita a pedido do Ministério Público constatou que 3 dos 4 pilares do reservatório estão comprometidos, assim como a laje e a escada interna. No local existem moradias em frente ao reservatório, e estão afastadas do ponto de inclinação, mas o relatório não descarta riscos para esses imóveis, já que em um possível desabamento peças de concreto e de ferro poderiam chegar até as casas.




- Advertisement -

Mais notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui