No menu items!
24 C
Rio Branco
quarta-feira, março 3, 2021

Repórter responderá criminalmente e pode ser preso por acusar Prefeitura de Rio Branco de “vender” doses de vacina

Últimas

A Prefeitura de Rio Branco anunciou que o jornalista Marcos Diones responderá criminalmente por ter afirmado que a unidade de Barral & Barral estaria “vendendo” doses de vacina contra a Covid. “Passou dos limites da irresponsabilidade. Esse rapaz pelo visto não entende nada de jornalismo”, reagiu o secretário de Saúde, Franck Lima, que emitiu nota de repúdio (leia abaixo).

A Promotoria de Saúde do MPE considerou “gravíssima” a acusação. O jornalista vive em São Paulo, e fez a afirmação sem apresentar provas. Virou meme nas redes sociais.

Ao responder a críticas dos internautas, Diones recorrer à Lei de Imprensa, segundo a qual o profissional não está obrigado a revelar sua fonte.  Se a polícia conseguir indícios de que o jornalista mentiu, ele será preso.

Nota de repúdio

Jornalismo é necessário pra levar as informações e manter a transparência no serviço público! Esse rapaz pelo visto não entende nada de jornalismo, muito menos de jornalismo investigativo e tenta jogar na lama o nome de uma servidora de carreira da SEMSA, que vem fazendo um brilhante trabalho pra reorganizar a Policlínica Barral & Barral. Passou dos limites da irresponsabilidade!

Tenta manipular a opinião Pública contra os trabalhadores e o serviço de saúde prestados a comunidade, plantando inverdades.

Vamos acionar o jurídico da SEMSA e da Prefeitura, para usar todos os meios legais para preservar a verdade, e o poder Público!

Vamos defender também a honra. a moral, a ética profissional e a integridade dos trabalhadores da saúde que estão dando a vida pra não parar os serviços em meio a pandemia do Corona Vírus”, declarou o secretário.

Franck Lima

Secretário de Saúde em Rio Branco




- Advertisement -

Mais notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui