No menu items!
23 C
Rio Branco
domingo, abril 11, 2021

Câmara aprova por unanimidade requerimento de Fábio Araújo para debater transporte coletivo em audiência pública

spot_img

Últimas

O vereador Fábio Araújo (PDT) apresentou na sessão da Câmara Municipal desta quinta-feira (04) requerimento para realização de uma Audiência Pública com objetivo de debater a situação do transporte coletivo em Rio Branco, após a Superintendência de Trânsito de Rio Branco (RbTrans) extinguir a Linha Troncal do Adalberto Sena, retirar de circulação os ônibus bi-articulados e reduzir a frota de 93 para 39 veículos.

Aprovada pela unanimidade dos vereadores presentes, a ação proposta pelo pedetista deve ser realizada no próximo dia 19 de março, durante a sessão virtual. Para a mesma, devem ser convidados o atual e a ex-superintendente, além das instituições componentes do Comitê de Transporte Público de Rio Branco e o Ministério Público do Acre.

“A RBtrans fala que diminuiu a frota por questão de logística devido a pandemia e o prefeito fala que esta readequando o transporte público em Rio Branco, que vai reduzir a passagem para três reais e precisamos acompanhar isso, compreender o que de fato o Executivo está trabalhando, se tem um plano, se foi feito um estudo desse impacto porque não é diminuir a passagem simplesmente e reduzir dois terços da frota que vai resolver o problema da nossa população”, disse Fábio Araújo.

O vereador ponderou ainda que a situação pode ainda se agravar. “Ao contrário, porque se o ônibus já demora, com a redução da frota quem esperava 30 ou 40 minutos vai passar duas horas na parada de ônibus. Isso sem falar na superlotação em plena pandemia, quando estão sendo adotadas medidas de contenção da proliferação do coronavírus. Então a Prefeitura precisa achar uma solução que certamente não é essa e a audiência pública vai cumprir esse papel. É para que esta situação seja debatida com os gestores envolvidos, com as instituições para que o diálogo seja estabelecido, uma vez que a gestão não deixa claro sua atuação”, destacou.




- Advertisement -spot_img

Mais notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui