No menu items!
23 C
Rio Branco
domingo, abril 11, 2021

Em nota, governador e presidente do TJ Acre lamentam morte do desembargador Ciro Facundo

spot_img

Últimas

O governador Gladson Cameli e a presidente do TJ Acre, Valdirene Cordeiro, lamentaram, em nota, há pouco, a morte do desembargador Ciro Facundo de Almeida, ocorrida na noite deste domingo. leia abaixo:

Nota de pesar – Governo do Estado

 

O Governo do Estado do Acre manifesta pesar pelo falecimento do desembargador aposentado do Tribunal de Justiça do Acre, Ciro Facundo de Almeida, 83 anos, ocorrido neste domingo, 7.

Facundo foi empossado ao cargo de desembargador da Corte do TJAC em 1996, e exerceu a presidência no biênio 2003-2005. Também exerceu a Vice-Presidência e a Corregedoria Regional Eleitoral do Tribunal Regional Eleitoral, no biênio 1996-1997. No biênio 1998-2000, atuou como presidente. E assumiu a presidência da Câmara Cível do TJAC, no biênio 1999/2001.

A atuação como diretor da Escola do Poder Judiciário, (antiga Escola Superior da Magistratura do Acre), foi exercida pelo desembargador no biênio 2001-2002.

Prestamos solidariedade aos amigos e familiares pela perda irreparável, ao tempo em que rogamos a Deus o conforto nesse momento de dor, em que as palavras se apequenam e o espírito busca amparo na Fé.

Gladson Cameli
Governador do Estado do Acre

 

Nota de pesar – TJ Acre

 

É com pesar que a Presidência do Tribunal de Justiça do Estado do Acre comunica o falecimento do desembargador aposentado Ciro Facundo de Almeida, 83 anos, ocorrido neste domingo, 7.

Referência na magistratura acreana, foi empossado ao cargo de desembargador da Corte do TJAC em 1996, e exerceu a presidência no biênio 2003-2005.

A desembargadora-presidente Waldirene Cordeiro, em nome de toda Corte Acreana de Justiça, lamenta a perda do magistrado, que pautou sua trajetória jurídica com dignidade e nobreza de caráter.

Ciro Facundo atuou como um grande líder e merecedor de todos os reconhecimentos. Mesmo aposentado, o desembargador continuava a visitar os amigos nas dependências da sede do TJAC com seu jeito humilde, comunicativo, e sempre compartilhando ensinamentos.

O desembargador também exerceu a Vice-Presidência e a Corregedoria Regional Eleitoral do Tribunal Regional Eleitoral, no biênio 1996-1997. No biênio 1998-2000, atuou como presidente. E assumiu a presidência da Câmara Cível do TJAC, no biênio 1999/2001.

A atuação como diretor da Escola do Poder Judiciário, (antiga Escola Superior da Magistratura do Acre), foi exercida pelo desembargador no biênio 2001-2002.

Neste momento de dor, em nome de todos os servidores e magistrados, a presidência do TJAC expressa condolências à família enlutada, bem como a todos os seus amigos, e decreta luto de três dias no âmbito do Poder Judiciário do Acre.

Desembargadora Waldirene Cordeiro
Presidente do Tribunal de Justiça do Acre




- Advertisement -spot_img

Mais notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui