No menu items!
26 C
Rio Branco
terça-feira, abril 20, 2021

Rio Branco: famílias resistem, mas prefeitura começa operação “volta pra casa”

spot_img

Últimas

Mesmo contra a vontade das famílias que estão nos abrigos, a prefeitura decidiu que nessa quarta-feira começa a operação de retorno para seus lares das pessoas que estão nas escolas e parque de exposição.

Um exemplo é a Samira Albuquerque. Ela, o marido e dois filhos pequenos estão há 3 semanas no abrigo da expoacre. A casa onde moravam, no bairro Airton Sena, foi uma das primeiras a ser invadida pela cheia do rio Acre. A Samara tem medo quer o rio volte a encher e ela tenha que ser retirada novamente. “Seria mais um problema, aqui tem grávidas, idosos e fazer a remoção pela segunda só aumenta nosso sofrimento”, disse.

E não adianta a Sâmara e outras famílias que estão no abrigo reclamarem. Durante entrevista coletiva na manhã dessa terça-feira, ca defesa civil anunciou que partir dessa quarta-feira a prefeitura começa a fazer o retorno das famílias para suas casas, uma operação que deverá se prolongar até o sábado, quando a prefeitura quer ver todas as pessoas de volta a suas casas. No parque de exposição estão 28 famílias nas escolas mais 39. Segundo o coordenador de defesa civil, Major Claudio Falcão, já foi montado todo o cronograma para o retorno seguro de quem está nos abrigos. “As casas afetadas pela cheia do rio Acre estão sendo avaliadas. As que apresentarem qualquer defeito, que possa tirar a segurança dos moradores, será embargada e a família dirigida para o aluguel social”, garantiu.

No dia 10 de fevereiro a defesa civil começou a remoção das pessoas atingidas nos 24 bairros de Rio Branco pela cheia do rio acre. Foram 3.863 famílias foram atingidas, muitas foram para casa de amigos e parentes e mais de 100 ficaram nos abrigos.
Com o rio medindo menos de 9 metros, longe da cota de alerta, é hora de voltar para a casa. Cada família vai receber um kit de limpeza e uma cesta básica.




- Advertisement -spot_img

Mais notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui