No menu items!
23 C
Rio Branco
domingo, abril 11, 2021

Medidas para conter avanço da Covid-19 no Acre passam a valer a partir deste fim de semana

spot_img

Últimas

Da Secom

Atravessando um momento crítico em que é preciso adotar medidas mais enérgicas para frear o avanço da Covid-19,  o governador Gladson Cameli decretou nesta quarta-feira, 10, medidas restritivas, excepcionais e temporárias decorrentes do agravamento da situação epidemiológica no âmbito do estado do Acre.

A partir de agora, conforme o Decreto Nº 8.260, nos fins de semana e feriados não será permitido a realização de eventos religiosos, em templos ou local público, de qualquer credo ou religião.

No primeiro fim de semana de lockdown no Acre, que começa no dia 13, o funcionamento dos postos de gasolina também estará restrito ao público. As atividades serão limitadas apenas ao abastecimento de veículos oficiais das áreas da saúde e da segurança pública, assim como de veículos que estejam a serviço de concessionárias de serviços públicos essenciais, no período de 7 às 10 da manhã.

As regras mais rígidas são válidas somente nos fins de semana, feriados e pontos facultativos, e permitem apenas a abertura de serviços essenciais, como hospitais, farmácias e funerárias. Durante o horário em que o decreto vigora, não são permitidas a permanência de pessoas, em qualquer número, em espaços públicos e privados destinados à recreação e ao lazer.

Restaurantes, lanchonetes, supermercados e similares seguem como já havia sido anunciando, podendo funcionar apenas com serviço de delivery, sendo vedado qualquer tipo de atendimento presencial ao público, inclusive na modalidade drive-thru e congêneres.

Já de segunda a sexta, a abertura de atividades deverá seguir a orientação da classificação de risco que abrange quase todos os setores comerciais e sociais já em Bandeira Vermelha, mas com restrições ainda maiores e medidas sanitárias ainda mais rígidas, além do toque de restrição que segue vigente das 22 às 5 horas. O apoio e a conscientização de cada acreano são fundamentais neste momento.




- Advertisement -spot_img

Mais notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui