No menu items!
26 C
Rio Branco
terça-feira, abril 20, 2021

Juntos, misturados e aglomerados: comandante do 7º BEC no Acre dá ordem “absurda” e é denunciado por mãe de militar

spot_img

Últimas

Quatrocentos militares correrão riscos de contaminação pela Covid, já a partir da próxima segunda-feira, quando todos devem cumprir expediente integral, dividindo os mesmos espaços, incluindo refeitório. A denúncia foi feita ao jornalista Altino Machado pela mãe de um militar. O oficial suspendeu o rodízio entre os funcionários, numa atitude inesperada que surpreendeu toda a tropa. Preocupada, a mulher buscou apoio da imprensa. Veja a postagem abaixo:

Boa tarde! Quero passar para você uma coisa muito preocupante que vai acontecer lá no 7º Batalhão de Engenharia de Construção (BEC). Atualmente, o trabalho está sendo por meio de rodízio, ou seja, vai metade do pessoal de manhã e outra metade de tarde, sem a realização das refeições. Achei acertado, para evitar a aglomeração. Porém, não sei o que passa na cabeça do comandante. Ele deu ordem para, mesmo com a situação que estamos passando hoje com a covid, em que o governador do Acre está fazendo tudo para evitar o aumento de casos, determinando fechamento de vários órgãos, o 7º BEC, na contramão dessas medidas, deu ordem para que, a partir de segunda-feira, todos devem trabalhar o dia inteiro no quartel, fazendo refeições todos juntos. A decisão do comandante do 7º BEC vai colocar em risco mais de 400 pessoas. Se alguém se contaminar e morrer, quem vai ser o responsável? Fiquei muito preocupada depois que meu filho me contou isso. Peço, se você puder, fazer algo para tornar isso público tendo em vista o que vai acontecer, pois não tem mais vagas nos hospitais. É um verdadeiro desrespeito para com todos. Obrigado pela atenção.




- Advertisement -spot_img

Mais notícias

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui