No menu items!
24 C
Rio Branco
quarta-feira, abril 14, 2021

Forças de segurança procuram suspeitos por invasão à Cidade do Povo que mataram um e deixaram 7 feridos

spot_img

Últimas

O secretario de segurança pública do Acre confirmou que a polícia já esta periciando todos os vídeos publicados nas redes sociais que mostram um grupo fazendo disparos em via publica durante uma ação criminosa contra facção rival na Cidade do Povo, em Rio Branco. A invasão deixou um faccionado morto e sete feridos.

As imagens publicadas pelos próprios bandidos vão ajudar a policia a identificar os autores da ação e a prisão deles, disse Paulo Cézar, para quem será uma questão de tempo.

“Os fatos já estão sendo investigados diante das diversas imagens que temos que permitem identificar, já, alguns autores e as forças de segurança já estão adotando as providências no sentido de tirar de circulação essas pessoas que participaram desse movimento”, declarou o secretario.

Os vídeos que já estão em poder da policia acreana mostram um grupo de homens fortemente armados com fuzil e pistolas avançando em posição de guerra pela rua principal do bairro Cidade do Povo e fazendo disparos para o alto enquanto o autor das imagens grita o nome da facção a qual eles pertencem.

Em uma das imagens é possível perceber o momento em que eles entram em uma lanchonete onde teriam executado o entregador de lanches Yuri Matheus, detento monitorado por tornozeleira eletrônica que seria membro de uma facção rival.

Testemunhas disseram à polícia que os bandidos chegaram ao bairro em dois carros de cor vermelha e já desembarcaram fazendo disparos para o alto e anunciando que a partir daquele momento a região estaria sobre o domínio deles e qualquer bandido rival seria eliminado.

Após os ataques, eles fugiram em outros carros deixando os veículos anteriores atravessados na rua em demonstração de demarcação de território com a simbologia da cor que representa sua facção.




- Advertisement -spot_img

Mais notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui