No menu items!
21.3 C
Rio Branco
quarta-feira, junho 16, 2021

Sogra e nora, Vanda Milani e Fernanda Hassen “tomam” o PROS no Acre; Dêda e Maria Antônia preparam debandada

spot_img

Últimas

Por essa quase ninguém esperava. Fernanda Hassem, prefeita de Brasiléia que já anunciou a saída do PT, se juntou à deputada federal Vanda Milani, que também anunciou sua desfiliação do Solidariedade. A dupla passa a ser protagonista do PROS, que desde que chegou no Acre era comandado pelo grupo do ex-prefeito de Rodrigues Alves, Francisco Amorim (DEDA).

O que causou estranheza foi que Fernanda tinha um acordo pactuado com a direção do PROS, que lhe deu todo apoio na eleição municipal de Brasileia em troca de apoio à deputada Maria Antônia nas eleições de 2022.
Uma fonte local do PROS disse ao acjornal que Deda e Maria Antônia já estão cientes da tratativa de Vanda com a direção Nacional da sigla, tanto que orienta uma saída em massa do partido.

Deda quer levar todos o quadro de vereadores, prefeitos e vices de sua confiança. Segundo a fonte que nos contou detalhes da confusão, Fernanda Hassem foi convencida a embarcar no grupo de Vanda Milani, pelo filho da deputada, o secretário de Meio Ambiente Israel Milani, que é o atual namorado da prefeita de Brasileia.

“O clima é de indignação, pois apoiamos a Fernanda por um pacto político e que jurávamos que ela iria cumprir”, desabafou ele. A prefeita é uma das mais bem avaliadas no Acre, tem pretensões no pleito de 2022, inclusive pode ser candidata a deputada federal, mas pode apenas apoiar a eleição do irmão Tadeu Hassem, que pode disputar uma cadeira na Assembleia Legislativa.

Deda certamente sentiu o golpe, especialmente por que vem fortalecendo para torná-lo competitivo no estado, onde tem um mandato de estadual, diversos vereadores e o prefeito de Rodrigues Alves.

Tentamos contato com o atual presidente Deda, mas não obtivemos retorno até o fechamento da matéria.




- Advertisement -spot_img

Mais notícias