No menu items!
22.3 C
Rio Branco
segunda-feira, junho 14, 2021

Sete mil pessoas que trabalham com eventos no Acre voltam às atividades após 14 meses

spot_img

Últimas

Sete mil pessoas que trabalham direta e indiretamente com eventos no Acre voltam aas atividades depois de um ano e dois meses parados. A notícia foi repassada pelo próprio governador Gladson Cameli, durante transmissão da mudança de faixa do comitê Acre pacto sem covid, quando foi anunciada que o estado migrou para a faixa amarela, onde há maior flexibilização nas normas de funcionamento do comércio.

O anúncio do governador veio também minutos após o setor de eventos montar um salão de festa em frente ao portão da casa civil, no centro de Rio Branco.

No meio da avenida Brasil os manifestantes colocaram bolo, tapete vermelho, flores e até pula-pula. Mas nada era comemorativo, e sim um recado daqueles que há alguns meses perderam sua renda. Na rua, doceiros, boleiros, garçons, seguranças, decoradores e donos de bares usavam o microfone para exigir do governo um espaço para trabalhar.

Existem 7.000 pessoas no mercado de eventos em Rio Branco que dependem das festas para levar comida para casa. Com a crescente onda de casos da covid19, o governo vetou qualquer evento que aglomere.

O grupo recebeu a notícia da mudança de faixa por volta de 11:00 dessa terça-feira, e chegou melhor do que esperavam.

As festas podem até ficar até a meia noite, o que alcança também os bares que só podiam deixar as portas abertas até as 20 horas. Os locais de festas podem receber 50% do público, e são obrigados a manter o distanciamento.

Nada de deixar de lado itens de higienização como álcool em gel nas mesas e máscaras.




- Advertisement -spot_img

Mais notícias