No menu items!
21.3 C
Rio Branco
quarta-feira, junho 16, 2021

Preso por extorsão a comerciante ex-dono do Quiosque da Bruna tem pedido de liberdade negado

spot_img

Últimas

O Juiz da Vara de Delitos de Organizações Criminosas de Rio Branco negou o pedido de revogação de prisão preventiva do peruano Júlio Naverrete Quispe.
O ex-dono do Quiosque da Bruna foi preso no dia 30 de março deste ano durante uma operação coordenada pelo GAECO do Ministério Público Estadual.
No recurso a defesa alegou que as provas colhidas na investigação são insuficientes para demonstrar que Júlio Quispe integra organização criminosa.
Mas na decisão o Juiz escreveu que a periculosidade do agente é requisito de fundamentação para segregação cautelar, ou seja, a prisão preventiva.
O ex-dono do Quiosque da Bruna, que era monitorado por tornozeleira eletrônica, foi um dos principais alvos da operação do Grupo de Atuação Especial de Combate ao crime organizado, O GAECO.
O foco da ação eram membros de uma organização criminosa que extorquiam comerciantes nas áreas do Mercado Municipal, Calçadão do Camelódromo e do Terminal Urbano. Consta na investigação que os comerciantes eram obrigados a pagar uma mensalidade ao Comando Vermelho em troca de proteção. O peruano era o responsável pelo setor financeiro da organização criminosa.
Esta foi a terceira vez que Júlio Navarrete teve a prisão decretada pela Justiça em Rio Branco.




- Advertisement -spot_img

Mais notícias