No menu items!
22.3 C
Rio Branco
segunda-feira, junho 14, 2021

Gladson Cameli entrega projeto de previsão orçamentária do Acre para 2022 à Assembleia Legislativa

spot_img

Últimas

O governador Gladson Cameli esteve na Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), com o presidente Nicolau Júnior (PP), para entregar o Projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (PLDO) para o estado em 2022. A previsão é que o Governo do Acre terá uma receita de R$ 6.949 bilhões oriunda de diversas fontes para a manutenção da máquina pública e novos investimentos. Durante a entrega, nesta quarta, 19, estavam também presentes os deputados estaduais Gehlen Diniz (PP), Luiz Gonzaga (PSDB) e Roberto Duarte (MDB), o secretário da Casa Civil Flávio Silva e a secretária adjunta da Seplag Kelly Lacerda.

Ressaltando que o diálogo entre os Poderes é fundamental para o desenvolvimento econômico e social do Acre, o governador agradeceu antecipadamente ao empenho dos deputados que irão avaliar a PLDO nas comissões da Aleac.

“O meu interesse como chefe do Executivo é que o Legislativo tenha a sua autonomia e a sua legitimidade. Por isso, quero agradecer ao trabalho de todos os deputados porque sem o esforço deles o governo do Estado não conseguiria realizar a sua missão de melhorar a vida dos acreanos”, afirmou Gladson.

Por outro lado, o deputado Nicolau Júnior agradeceu ao governador por ter trazido pessoalmente à Aleac a PLDO.

“Aqui é a casa do povo é um lugar democrático. Tenho visto a dedicação de todos os nossos deputados para aprovarem os projetos de interesse da nossa população. Continuaremos firmes com a certeza que graças ao esforço do nosso governo o Acre continuará melhorando cada dia mais e garantindo o futuro dos nossos filhos”, disse Nicolau.

Menos burocracia

Na sua conversa com os deputados presentes o governador ressaltou a importância da máquina estatal diminuir a burocracia para atender com mais rapidez os anseios da população.

“Também quero pedir aos parlamentares da Aleac que, através de projetos, nos ajudem a diminuir a burocracia que atrapalha a fluidez dos processos administrativos para podermos ser mais efetivo nas nossas ações. O governo tem problemas, mas preciso sempre saber a verdade respeitando a crítica que é fundamental para realizarmos mudanças. Tudo de bom que o Executivo tem feito é com o apoio dos deputados da Aleac porque ninguém faz nada sozinho”, pontuou Cameli.

Melhorias salariais para os servidores

O governador também sinalizou que o próximo Orçamento do Estado deverá abrir a possibilidade para que os funcionários públicos recebam melhorias salariais.

“Vamos manter o que está na nossa Constituição fortalecendo o nosso funcionalismo e a democracia do estado. Temos que honrar todos os nossos compromisso assumidos no nosso plano de governo. Mas iremos agir sempre com muita cautela levando em conta o período da pandemia que travou toda a economia do nosso país. Então essa LDO foi elaborada com muita cautela, mas abrindo a possibilidade de futuros reajustes para os funcionários estaduais”, garantiu o governador.

A palavra dos deputados

“Quero parabenizar o governador por trazer pessoalmente o PLDO à nossa Casa Legislativa. Iremos debatê-lo até a exaustação para garantir os recursos que o nosso estado precisa para continuar no caminho do desenvolvimento. O senhor é um governador democrático que tem ouvido os reclames da nossa população de maneira muito aberta”. Roberto Duarte (MDB)

“O governador já contratou mais de mil novos servidores oriundos de concursos públicos realizados na gestão anterior e acredito que irá contratar muito mais. Mas entendemos as dificuldades econômicas que o estado atravessa. Estamos aqui para ajudar sabendo que se o governo está indo bem toda a população será beneficiada”. Gehlen Diniz (PP)

Entendendo o processo da PLDO

A PLDO será analisada em diversas Comissões da Aleac durante cerca de 45 dias. Posteriormente, depois de receber sugestões e emendas dos deputados, a PLDO será votada na penúltima sessão antes do recesso parlamentar, por volta do dia 15 de julho. Vale lembrar que PLDO contém as diretrizes daquilo que será o Orçamento do Estado (PLOA) que tradicionalmente é entregue em setembro na Aleac e votado em dezembro.




- Advertisement -spot_img

Mais notícias