No menu items!
22.3 C
Rio Branco
segunda-feira, junho 14, 2021

Militar ligada a Major Rocha é exonerada

spot_img

Últimas

Maria José Ribeiro, uma militar reformada da Polícia Militar do Acre, perdeu o cargo em comissão CEC 6 nesta quinta-feira, de acordo com decreto do governador publicado no Diário oficial (DOE). A mulher tinha salário bruto de R$ 6,2 mil. Habitualmente, ela viaja com o vice-governador e acompanhava o Major Rocha na condição de ajudante de ordens. A última delas foi em seguida á inauguração da Ponte sobre o Rio Madeira, em 7 de maio.

 

Maria Ribeiro recebeu R$ 7.5 mil em diárias, o mesmo valor pago ao vice-governador e a outra pessoa, o 2º sargento Francimar do Nascimento Cavalcante (veja os prints que ilustram esta reportagem). As diárias foram pagas no mesmo dia do empenho, em 12 de maio de 2021 e são justificadas como viagem para assessoramento ao vice-governador em viagem a Porto Velho e Brasília.

Nesses dias o governador Gladson Cameli cumpria agenda nos ministérios e tentava viabilizar a entrega de novos lotes de vacina para o Acre. O presidente da Aleac, deputado Nicolau Júnior, assumiu o governo.

Rocha deu uma parada na capital rondoniense, em 9 de maio, e permaneceu trancado no apartamento 302 do Oscar Palace Hotel (veja AQUI) enquanto outros cinco acompanhantes dele tomavam cerveja e curtiam o terrado do prédio, onde há uma piscina com vista privilegiada da cidade.

Não foi divulgada qualquer agenda do Rocha na capital de Rondônia.

Naquele dia, ele usou sua rede social para, de dentro do hotel, numa missão que não foi justificada como oficial, promover ataques ao governo.

Já em Brasília, o vice-governador cumpriu agenda no Incra e Infraestrutura, convidado pela irmã, deputada Mara Rocha.

 




- Advertisement -spot_img

Mais notícias