No menu items!
22.3 C
Rio Branco
segunda-feira, junho 14, 2021

Israel Milani dá golpe no PROS, põe em risco cargo de secretário e detona a carreira política da própria mãe

spot_img

Últimas

O presidente do Solidariedade, Israel Milani, tomou a direção do PROS, de Francisco Deda, esposo da deputada Maria Antônia, e lançará sua mãe, deputada Vanda Milani, ao senado pelo novo partido.

A ideia de Israel Milani era continuar no controle do Solidariedade e lançar sua mãe ao senado pelo PROS. Ao presidente nacional, foi garantido que a deputada se filiará no
PROS quando abrir a janela das mudanças de partido.

Ocorre que Israel é secretário de Estado no governo Gladson Cameli. Toda essa movimentação não teve sequer uma consulta ao governador, que pretende lançar uma candidatura única do seu grupo ao senado.

Israel Milani ainda tomou um partido aliado do Palácio Rio Branco, de uma deputada leal ao governador Gladson Cameli. Milani também tumultuou a relação de Gladson Cameli com a prefeita de Brasileia, Fernanda Hassen, atual namorada de Milani, que sairia candidata à deputada federal e agora apoiará o namorado.

Toda essa trapalhada chegou ao presidente nacional do Solidariedade, deputado Paulinho da Força Sindical, que destinou mais de dois milhões de reais para a eleição da deputada Vanda Milani no pleito de 2018.

Paulinho não aceitou a traição e decidiu procurar novos líderes para reconstruir o Solidariedade no Acre.

Um membro da direção estadual, descontente com a manobra, lembrou que foi Márcio Bittar quem fundou o Solidariedade no Acre e quem organizou a chapa de deputados estaduais que deu sustentação à candidatura de Vanda Milani.

“O Israel está acabando com a carreira da mãe. Ele não consegue, sequer, formar uma chapa de deputado federal, porque ninguém vai querer disputar a vaga com a estrutura milionária dele, mais o apoio da prefeitura de Brasileia”, disse o dirigente, em anonimato.

Pelo que parece, Israel Milani atirou com pólvora molhada…




- Advertisement -spot_img

Mais notícias