No menu items!
22.3 C
Rio Branco
segunda-feira, junho 14, 2021

Jéssica Sales, médica ausente, deputada ingrata e improdutiva, ataca quem lhe ameaça no posto de vice em 2022

spot_img

Últimas

Ainda repercute nas rodas de conversas e os grupos de redes sociais, a polêmica entrevista concedida pela deputada federal Jéssica ales (MDB) a um veículo de comunicação local na noite de quarta-feira (9).

Com artilharia apontada para o governador Gladson Cameli (PP) e o secretário estadual de saúde Alysson Bestene, a parlamentar foi exatamente o reflexo do que é um partido ingrato e ambicioso; o MDB.

A maioria das críticas da deputada é injusta. Nem ela acompanha o desdobramento de suas emendas e não consegue ver o quanto foram importantes na melhoria do sistema de saúde na sua cidade natal, Cruzeiro do Sul.

Jéssica foi chantagista, demonstrou o balaio de gatos em que se encontra seu partido e por deixar seu pai falar e fazer acordos por ela, nem percebeu que o MDB ganhou duas das maiores secretarias do governo: A SEDUR – Secretaria de Desenvolvimento Regional – e SEPA – Secretaria de Produção e Agronegócios.

A deputada fala como se a família Sales fosse um partido político. Aliás, eles são um feudo político em extinção. Dizer que no Acre a Pandemia não foi combatida com seriedade…dizer que a vida não foi priorizada, são prova de que nem no Acre ela esteve durante o período em que mais se precisou de sua presença.

Onde estava a deputada e médica Jéssica Sales quando os hospitais precisavam de ajuda?

Não dedicou qualquer tempo do recesso no congresso para dar plantões nas unidades hospitalares de Cruzeiro do Sul, Marechal Thaumaturgo ou Porto Walter –  locais onde ela, seu pai, seu irmão e sua mãe abocanham mais votos.

A parlamentar preferiu férias na Bahia, onde inclusive aproveitou para curtir o noivado com sua companheira.

O governador precisa enquadrar a direção estadual do MDB, ou terá que ceder acordos com várias correntes dentro da sigla, a corrente do Márcio Bittar e Flaviano, a corrente do Mazinho Serafim, a corrente do Everaldo e Aldemir Lopes do Alto Acre e a gulosa corrente da família Sales no Juruá.

Jéssica ainda pode ajudar muito.

Vista o seu jaleco, deputada, e aceite a sugestão de dar ao menos um plantão voluntário por semana nas unidades hospitalares do Juruá. O povo está carecendo disso.

Olhando pelos arquivos do Portal Transparência da Câmara Federal, deu para perceber que a deputada Jéssica Sales pouco aparecer nas sessões presenciais, não faz discursos na tribuna na casa, não tem projetos de lei apresentados e vive de divulgar as emendas constitucionais, que todo parlamentar tem como obrigação legal.

Isso não é extraordinário.

O discurso de ontem foi visto por muitos analistas como o pedido para ser a vice na chapa de Gladson em 2022.

Nada mais explica os ataques a Alysson Bestene, um dos mais cotados ao posto.




- Advertisement -spot_img

Mais notícias