destaque2

Empresário faz medições por conta própria, metro a metro, dos serviços executados pela Zeladoria de Rio Branco

Published

on

Nesta quarta-feira, 27, o empresário Luiz Gonzaga de Lima Rego, conhecido Loi Rego, que representa a empresa A.C.F REGO SERVIÇOS DE LIMPEZA – ME – EIRELI, publicou no seu status do WhatsApp fotos visitando as ruas de Rio Branco, e medindo os metros limpos.
Com trena em mãos, o empresário acompanha a quantidade de metros limpos, enquanto a Secretaria de Zeladoria faz o cálculo através do sistema SITGEO, que desde 2014 não é atualizado pelo município.
A empresa VEJA possui atualmente 130 trabalhadores à disposição da Secretaria de Zeladoria da Cidade. Esses garis, serventes gerais e margaridas, são responsáveis pelos serviços de capina, rastelagem raspagem, retirada, recolhimento de entulhos e caiação.
A Secretaria de Zeladoria realiza os pagamentos conforme a quantidade de metros limpos. Cada metro limpo custa R$0,44 centavos.
No início do ano houve divergência dos valores a serem pagos a algumas empresas.
A iniciativa do empresário deve gerar um encontro de contas paralelo ao final do serviço.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Rio Branco passa para a faixa laranja e RBTrans apresenta readequação no plano de operação para o transporte público
Advertisement

destaque2

Lei que proíbe uso de fogos de artifício barulhentos em eventos no Acre é aprovada

Published

on

Com o objetivo de preservar tanto pessoas idosas, autistas e até o mesmo os animais, a lei que proíbe a venda e uso de fogos de artifícios barulhentos em eventos no Acre foi aprovada na Assembleia Legislativa do Acre (Aleac) nesta terça-feira (12).

O PL, de autoria do deputado estadual Pedro Longo em coautoria com a deputada Meire Serafim, foi apresentado na semana passada e apreciado na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e em seguida levado a plenário.

“Esse projeto atende a demanda de muitas famílias que têm pessoas autistas, enfermos e também daquelas entidades que fazem o resgate de proteção aos animais, já que além das pessoas com maior sensibilidade, os animais também sofrem muito com estes fogos com estampido, acabam fugindo, se sequelando e muitas vezes morrendo. Então, é um projeto com uma grande relevância social e, agora, esperamos que rapidamente o governador Gladson Cameli sancione para que se torne lei”, disse o deputado.

Na lei aprovada, é dado um prazo de 60 dias para os comerciantes que trabalham neste ramo se adequarem à nova lei assim que ela for sancionada.

Leia Também:  Empresário do Acre é preso pela terceira vez por tráfico de drogas; Gefron não revela identidade

Por G1

COMENTE ABAIXO:
Continue Reading

RIO BRANCO

POLÍTICA

POLÍCIA

ACRE AGORA

MAIS LIDAS DA SEMANA

Botão WhatsApp - Canal TI
Botão WhatsApp - Canal TI