destaque2

Gladson Cameli sobre o futuro vice: “tem que ser fiel ao povo e à Constituição e não aos seus interesses pessoais”

Published

on

A escolha do novo vice é um assunto ao qual o governador Gladson Cameli tem dedicado um bom tempo nos últimos meses. E não é sem motivo. Gladson tem o pior vice que um governante pode ter: presunçoso, arrogante, beligerante e totalmente desconectado dos princípios constitucionais que regem o cargo.
Cameli já avisou aos dirigentes dos partidos que compõem a aliança de apoio à sua candidatura à reeleição que a indicação será pessoal e não partidária, como no caso do vice atual. E foi por isso que em conversa com os maiores fofoqueiros da cidade de Rio Branco, na manhã deste sábado, 11, no Mercado Elias Mansour, Gladson foi enfático ao defender perfil do seu novo vice.
Alguns dos fofoqueiros presentes ficaram impressionados com sua convicção nesta área. Em primeiro lugar, Gladson disse que o vice precisa seguir fielmente o que estabelece a Constituição Estadual e Federal no que tange ao cargo. E em segundo lugar precisa entender que, do ponto de vista hierárquico, o vice é o terceiro na linha de comando. O primeiro é o povo, o segundo é o governador e o terceiro, apenas o terceiro, é o vice.
Levando em conta esse critério, entende-se muito bem porque hoje Cameli sabe muito bem quem ele não quer, de forma alguma, como seu vice na chapa que irá montar em 2022.
Para bom entendedor, meia palavra basta. E para quem ainda não entendeu, o recado foi dado.
Já se diz no futebol: nessa escolha, a regra é clara.

Leia Também:  Bolsonaro não comenta sobre Guimarães e nega 'nova era' na Caixa

COMENTE ABAIXO:
Advertisement

destaque2

Lei que proíbe uso de fogos de artifício barulhentos em eventos no Acre é aprovada

Published

on

Com o objetivo de preservar tanto pessoas idosas, autistas e até o mesmo os animais, a lei que proíbe a venda e uso de fogos de artifícios barulhentos em eventos no Acre foi aprovada na Assembleia Legislativa do Acre (Aleac) nesta terça-feira (12).

O PL, de autoria do deputado estadual Pedro Longo em coautoria com a deputada Meire Serafim, foi apresentado na semana passada e apreciado na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e em seguida levado a plenário.

“Esse projeto atende a demanda de muitas famílias que têm pessoas autistas, enfermos e também daquelas entidades que fazem o resgate de proteção aos animais, já que além das pessoas com maior sensibilidade, os animais também sofrem muito com estes fogos com estampido, acabam fugindo, se sequelando e muitas vezes morrendo. Então, é um projeto com uma grande relevância social e, agora, esperamos que rapidamente o governador Gladson Cameli sancione para que se torne lei”, disse o deputado.

Na lei aprovada, é dado um prazo de 60 dias para os comerciantes que trabalham neste ramo se adequarem à nova lei assim que ela for sancionada.

Leia Também:  Com medo de enfrentar Sérgio Moro, o "destemido" Bolsonaro pede para depor por escrito

Por G1

COMENTE ABAIXO:
Continue Reading

RIO BRANCO

POLÍTICA

POLÍCIA

ACRE AGORA

MAIS LIDAS DA SEMANA

Botão WhatsApp - Canal TI
Botão WhatsApp - Canal TI