destaque2

Ney Amorim deve disputar o Senado e maior prejudicado seria Jorge Viana

Published

on

Presidente da Assembleia Legislativa por dois mandatos e um dos principais responsáveis pela derrota de Jorge Viana nas eleições de 2018, o ex-deputado Ney Amorim pode ser um dos nomes importantes na disputa pelo Senado no próximo ano.
Até setembro Amorim tinha como prioridade ser candidato a deputado federal nas eleições de 2022, mas com a filiação do ex-juiz Sérgio Moro ao seu partido, o Podemos, a possibilidade de ser uma alternativa na disputa ao Senado se tornou real e, a amigos, ele já avisou que pode sim entrar na disputa.
Se, de uma parte a candidatura Ney Amorim ganha força com o apoio de Moro, que se consolida como terceira via na disputa presidencial, de outra parte, joga balde de água fria em todas as candidaturas majoritárias ao Senado no Acre.
O mais prejudicado, porém, deve ser mesmo o ex-senador Jorge Viana. que, pela segunda vez consecutiva, deve disputar o mesmo eleitorado com Amorim. Eleitorado este onde os dois são fortes e com um diferencial em relação a 2018: desta vez há apenas uma vaga em disputa.
Moro e Ney têm encontro agendado para lixar as unhas.

Leia Também:  Blog do Assem: O que têm a ver Márcio Bittar, a emenda de R$ 126 milhões para a Santa Casa e o hospital universitário da Uninorte??

COMENTE ABAIXO:
Advertisement

destaque2

Lei que proíbe uso de fogos de artifício barulhentos em eventos no Acre é aprovada

Published

on

Com o objetivo de preservar tanto pessoas idosas, autistas e até o mesmo os animais, a lei que proíbe a venda e uso de fogos de artifícios barulhentos em eventos no Acre foi aprovada na Assembleia Legislativa do Acre (Aleac) nesta terça-feira (12).

O PL, de autoria do deputado estadual Pedro Longo em coautoria com a deputada Meire Serafim, foi apresentado na semana passada e apreciado na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e em seguida levado a plenário.

“Esse projeto atende a demanda de muitas famílias que têm pessoas autistas, enfermos e também daquelas entidades que fazem o resgate de proteção aos animais, já que além das pessoas com maior sensibilidade, os animais também sofrem muito com estes fogos com estampido, acabam fugindo, se sequelando e muitas vezes morrendo. Então, é um projeto com uma grande relevância social e, agora, esperamos que rapidamente o governador Gladson Cameli sancione para que se torne lei”, disse o deputado.

Na lei aprovada, é dado um prazo de 60 dias para os comerciantes que trabalham neste ramo se adequarem à nova lei assim que ela for sancionada.

Leia Também:  No niver de Cruzeiro do Sul: maior tragédia aérea do Acre continua sem respostas 50 anos depois

Por G1

COMENTE ABAIXO:
Continue Reading

RIO BRANCO

POLÍTICA

POLÍCIA

ACRE AGORA

MAIS LIDAS DA SEMANA

Botão WhatsApp - Canal TI
Botão WhatsApp - Canal TI