destaque2

Polícia na área: no show de Gustavo Lima, no Acre, só vai entrar quem provar que foi vacinado

Published

on

Você tomou as duas doses da vacina contra Covid? Se sim, então basta botar no bolso a carteirinha e seguir para o show do sertanejo Gustavo Lima, que acontecerá na noite desta quarta-feira no estacionamento da Arena da Floresta.
Outro jeito de entrar no evento é ter tomado a dose única do imunizante.
Aqueles que compraram o ingresso e não estão imunizados perderão a chance de ver o astro sertanejo.
O governo definiu esta regra ao editar decreto, nesta segunda-feira, obrigando a apresentação do passaporte de vacinação em ambientes com mais de cem pessoas.
Uma coletiva de imprensa esta agendada para às 15 horas desta segunda-feira. A secretária de Saúde e os coordenadores do Comitê de Prervenção à Covid no Acre responderão perguntas dos jornalistas. A regra se aplica a todos os acontecimentos culturais, esportivos e outros.
A fiscalização estará a postos na entrada da Arena da Floresta para coibir a permanência de não vacinados na área do show.

Nota do governo

As exceções à exigência do comprovante de vacinação são os menores de doze anos e aqueles que, por razões médicas declaradas em atestado médico, não puderem se vacinar, devendo, alternativamente, ser apresentado teste RT-PCR realizado nas últimas 48 horas, ou Teste Rápido para pesquisa de antígeno realizado nas últimas 24 horas.
A exigibilidade do comprovante de vacinação não dispensa o cumprimento das outras medidas exigidas em protocolos sanitários, notadamente o uso obrigatório de máscaras e a higienização frequente das mãos, além das demais medidas implementadas pelas autoridades de saúde local.
Já a fiscalização quanto ao cumprimento do disposto neste Decreto será exercida por meio dos órgãos municipais e estaduais no âmbito de suas competências, observando-se no que couber, a Portaria Interministerial nº 05/2020, dos Ministérios da Justiça e Segurança Pública e da Saúde, cabendo às forças de segurança do Estado o apoio e a garantia das condições do exercício fiscalizatório, sendo certo que, para tal fim, poderão fotografar e filmar o descumprimento das normas, a fim de instruir ato de comunicação ao Ministério Público do Estado do Acre, sem prejuízo da instauração de procedimento para apurar a infração administrativa, devendo ser assegurado o sigilo das informações.

Leia Também:  Mailza não quer papo com Márcia Bittar e precisa provar que merece a única vaga de senador na chapa de Gladson

COMENTE ABAIXO:
Advertisement

destaque2

Lei que proíbe uso de fogos de artifício barulhentos em eventos no Acre é aprovada

Published

on

Com o objetivo de preservar tanto pessoas idosas, autistas e até o mesmo os animais, a lei que proíbe a venda e uso de fogos de artifícios barulhentos em eventos no Acre foi aprovada na Assembleia Legislativa do Acre (Aleac) nesta terça-feira (12).

O PL, de autoria do deputado estadual Pedro Longo em coautoria com a deputada Meire Serafim, foi apresentado na semana passada e apreciado na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e em seguida levado a plenário.

“Esse projeto atende a demanda de muitas famílias que têm pessoas autistas, enfermos e também daquelas entidades que fazem o resgate de proteção aos animais, já que além das pessoas com maior sensibilidade, os animais também sofrem muito com estes fogos com estampido, acabam fugindo, se sequelando e muitas vezes morrendo. Então, é um projeto com uma grande relevância social e, agora, esperamos que rapidamente o governador Gladson Cameli sancione para que se torne lei”, disse o deputado.

Na lei aprovada, é dado um prazo de 60 dias para os comerciantes que trabalham neste ramo se adequarem à nova lei assim que ela for sancionada.

Leia Também:  PF e Polícia Civil prendem donos de 415 kg de cocaína apreendidos no Rio Juruá

Por G1

COMENTE ABAIXO:
Continue Reading

RIO BRANCO

POLÍTICA

POLÍCIA

ACRE AGORA

MAIS LIDAS DA SEMANA

Botão WhatsApp - Canal TI
Botão WhatsApp - Canal TI