destaque2

R$ 1,5 por litro: governo comunica exoneração de comissionado que liberava combustível desviado do Iapen a empresários

Published

on

José Júnior de Paula Moraes, um comissionado com salário de R$ 3.8 mil mensais, será exonerado do cargo nas próximas horas. A informação foi dada pelo diretor-presidente do Iapen em exercício, Glauber Silva.
O servidor está lotado desde 2018. É responsável pelo Setor de Abastecimento do Instituto de Administração Penitenciária do Acre, e está preso desde as primeiras horas desta segunda-feira, acusado de facilitar a venda de combustíveis desviados da instituição. A Polícia Civil identificou mais de 10 fazendeiros e empresários locais beneficiados pelo esquema e cumpriu  19 mandados de buscas com 3 prisões em operação deflagrada hoje.
“Essa pessoa (José Júnior) era o responsável por liberar o combustível no sistema de gestão de abastecimento, para que um terceiro revendesse. Esta pessoa também era responsável por cooptar os empresários para a aquisição do combustível, e também foi presa na deflagração da operação”, diz nota pública emitida pela Polícia Civil.
A operação apreendeu 12 veículos, aproximadamente 30 mil reais e cinco armas de fogo e dois mil litros de combustível desviados do IAPEN. Os bens apreendidos visam recompor o erário público.

Leia Também:  Governo terá 3 'guerras' para avançar com privatização da Eletrobras

COMENTE ABAIXO:
Advertisement

destaque2

Lei que proíbe uso de fogos de artifício barulhentos em eventos no Acre é aprovada

Published

on

Com o objetivo de preservar tanto pessoas idosas, autistas e até o mesmo os animais, a lei que proíbe a venda e uso de fogos de artifícios barulhentos em eventos no Acre foi aprovada na Assembleia Legislativa do Acre (Aleac) nesta terça-feira (12).

O PL, de autoria do deputado estadual Pedro Longo em coautoria com a deputada Meire Serafim, foi apresentado na semana passada e apreciado na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e em seguida levado a plenário.

“Esse projeto atende a demanda de muitas famílias que têm pessoas autistas, enfermos e também daquelas entidades que fazem o resgate de proteção aos animais, já que além das pessoas com maior sensibilidade, os animais também sofrem muito com estes fogos com estampido, acabam fugindo, se sequelando e muitas vezes morrendo. Então, é um projeto com uma grande relevância social e, agora, esperamos que rapidamente o governador Gladson Cameli sancione para que se torne lei”, disse o deputado.

Na lei aprovada, é dado um prazo de 60 dias para os comerciantes que trabalham neste ramo se adequarem à nova lei assim que ela for sancionada.

Leia Também:  Deputado quer que governo informe posto de combustível mais barato

Por G1

COMENTE ABAIXO:
Continue Reading

RIO BRANCO

POLÍTICA

POLÍCIA

ACRE AGORA

MAIS LIDAS DA SEMANA

Botão WhatsApp - Canal TI
Botão WhatsApp - Canal TI