destaque2

Secretário de Urbanismo de Sena acusado de desviar 500 litros de gasolina já está no presídio

Published

on

O Juiz da Comarca de Sena Madureira Fábio Faria, manteve a prisão preventiva do Secretário de Serviços Urbanos da Prefeitura de Sena Madureira Jeocundo Cesar Assis. A decisão foi tomada em audiência de apresentação (custódia) realizada na manha desta terça-feira, 30, no Fórum Desembargador Vieira Ferreira
Logo na sequência o secretário foi encaminhado para o presídio Evaristo de Moraes. Jeocundo Cesar foi preso na manha desta terça-feira durante uma operação da polícia civil. O gestor da SEMSUR e suspeito de desviar pelo menos 500 litros de combustíveis. No último dia 26, a justiça de Sena Madureira, tinha arquivado um procedimento instaurado contra o secretário pelo crime de peculato por falta de provas. A decisão foi da Juiza Adimaura Souza Cruz.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Deputado Bestene pede respeito à família e reprova notícias que tentam manchar seu nome
Advertisement

destaque2

Lei que proíbe uso de fogos de artifício barulhentos em eventos no Acre é aprovada

Published

on

Com o objetivo de preservar tanto pessoas idosas, autistas e até o mesmo os animais, a lei que proíbe a venda e uso de fogos de artifícios barulhentos em eventos no Acre foi aprovada na Assembleia Legislativa do Acre (Aleac) nesta terça-feira (12).

O PL, de autoria do deputado estadual Pedro Longo em coautoria com a deputada Meire Serafim, foi apresentado na semana passada e apreciado na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e em seguida levado a plenário.

“Esse projeto atende a demanda de muitas famílias que têm pessoas autistas, enfermos e também daquelas entidades que fazem o resgate de proteção aos animais, já que além das pessoas com maior sensibilidade, os animais também sofrem muito com estes fogos com estampido, acabam fugindo, se sequelando e muitas vezes morrendo. Então, é um projeto com uma grande relevância social e, agora, esperamos que rapidamente o governador Gladson Cameli sancione para que se torne lei”, disse o deputado.

Na lei aprovada, é dado um prazo de 60 dias para os comerciantes que trabalham neste ramo se adequarem à nova lei assim que ela for sancionada.

Leia Também:  Acre: vídeo mostra tranquilidade de assaltante dentro de farmácia e apresentador de TV se revolta

Por G1

COMENTE ABAIXO:
Continue Reading

RIO BRANCO

POLÍTICA

POLÍCIA

ACRE AGORA

MAIS LIDAS DA SEMANA

Botão WhatsApp - Canal TI
Botão WhatsApp - Canal TI