destaque2

Três são condenados a mais de um século pela morte da sogra da ex-secretária de Fazenda do Acre

Published

on

Marciano de Melo Marinho, Antônio Eliel de Souza Gomes e Jeferson Almeida da Silva foram condenados a mais de um século de prisão por envolvimento na morte do casal Cosmo Ribeiro e Tereza Santos.
A sentença foi proferida pela Juíza da 1ª Vara do Tribunal do Júri, Luana Campos, no início da noite deste terça-feira, 28.
Jeferson e Marciano de Melo foram condenados a 40 anos de prisão cada. Antônio Eliel recebeu pena de 30 anos.
Os réus Alisson de Souza Olinda e Francisco Almeida da Silva foram absolvidos.
Logo após a sessão o promotor de justiça Carlos Pescador comunicou que vai recorrer da sentença em relação aos réus absolvidos.
O casal Cosmo Ribeiro e Tereza Santos, sogra da ex-secretária de Fazenda do Acre, Semirímes Placido, foi assassinado no dia 16 de janeiro do ano passado.
As vítimas foram mortas a golpes de facão e a tiros após ter a residência invadida.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Socorro Neri autoriza recuperação de 200 KM´s de ramais. Investimentos beneficiam 16 mil famílias de produtores rurais
Advertisement

destaque2

Lei que proíbe uso de fogos de artifício barulhentos em eventos no Acre é aprovada

Published

on

Com o objetivo de preservar tanto pessoas idosas, autistas e até o mesmo os animais, a lei que proíbe a venda e uso de fogos de artifícios barulhentos em eventos no Acre foi aprovada na Assembleia Legislativa do Acre (Aleac) nesta terça-feira (12).

O PL, de autoria do deputado estadual Pedro Longo em coautoria com a deputada Meire Serafim, foi apresentado na semana passada e apreciado na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e em seguida levado a plenário.

“Esse projeto atende a demanda de muitas famílias que têm pessoas autistas, enfermos e também daquelas entidades que fazem o resgate de proteção aos animais, já que além das pessoas com maior sensibilidade, os animais também sofrem muito com estes fogos com estampido, acabam fugindo, se sequelando e muitas vezes morrendo. Então, é um projeto com uma grande relevância social e, agora, esperamos que rapidamente o governador Gladson Cameli sancione para que se torne lei”, disse o deputado.

Na lei aprovada, é dado um prazo de 60 dias para os comerciantes que trabalham neste ramo se adequarem à nova lei assim que ela for sancionada.

Leia Também:  Quem é o padrinho? diretor da Santa Casa e assessor da senadora Mailza, acusado por assédio sexual, também está na folha do Estado

Por G1

COMENTE ABAIXO:
Continue Reading

RIO BRANCO

POLÍTICA

POLÍCIA

ACRE AGORA

MAIS LIDAS DA SEMANA

Botão WhatsApp - Canal TI
Botão WhatsApp - Canal TI