BRASIL

Menino fica preso em máquina de brinquedos; assista

Published

on

Menino fica preso em máquina de brinquedos
Reprodução/Twitter

Menino fica preso em máquina de brinquedos

Uma criança de 2 anos ficou presa em uma máquina de caça-brinquedos no NorteShopping, na Zona Norte do Rio, na noite desta terça-feira (16). A cena foi gravada e viralizou nas redes sociais. De acordo com a administração do shopping, o menino, identificado como Samuel, entrou pela porta de onde saem os brinquedos de pelúcia mas só conseguiu sair com a ajuda de bombeiros civis. Apesar do susto, ele não ficou ferido.

Os militares do Corpo de Bombeiros não precisaram ser acionados. No momento em que o Samuel estava dentro da máquina várias pessoas ao redor filmavam a situação. Na gravação, a mãe da criança bate no vidro e pede várias vezes para ele sair da máquina, mas o menino ri e brinca com os brinquedos de pelúcia sem querer sair. “Samuel, olha aqui! Olha pra mamãe, desce! Vem!”, dizia.

Leia Também:  Padrasto é preso por estuprar enteada de 11 anos; vítima era ameaçada


A mãe de Samuel, a autônoma Jailma Soares, 26 anos, contou que o filho entrou na máquina em questão de minutos. “Estávamos no shopping e paramos pra lanchar e do lado da casa da empada estava a máquina de bichinhos, o pai dele foi jogar e em questão de minutos ele entrou na máquina. Na hora eu ria de nervoso e nunca pensei que iria dar essa repercussão toda. Ele é muito arteiro e faz coisas que até Deus duvida”, relatou.

Jailma contou ainda que Samuel ficou com três brinquedos. Isso porque o pai do menino já havia pego dois e o shopping deu outro, o que ele mais queria.


Em nota, o NorteShopping informou que o menino ficou bem e ainda levou um brinquedo para casa. “O pequeno travesso foi retirado do equipamento, com direito a um ursinho, sob os aplausos das pessoas que pararam para assistir a inusitada cena”, disse. O shopping também isolou o brinquedo e chamou um operador para entender o que permitiu que menino conseguisse acessar a máquina e para evitar que outros casos ocorram.

Leia Também:  Preso monitorado é executado a tiros no Residencial Rosa Linda, em Rio Branco

Fonte: IG Nacional

COMENTE ABAIXO:
Advertisement

BRASIL

Governo altera regras sobre limite de vagas em certames públicos

Published

on

O presidente Jair Bolsonaro assinou decreto que permite a prorrogação da validade de concursos públicos sem autorização do Ministério da Economia.

A medida foi publicada hoje (27) no Diário Oficial da União e vale para órgãos da administração pública federal direta, além de autarquias e fundações.

Os concursos públicos têm validade máxima de dois anos, contados da data da homologação, e podem ser prorrogados uma vez, por igual período, de acordo com a previsão do edital. Durante esse prazo, os órgãos podem continuar convocando os aprovados no certame.

O decreto desta terça-feira também altera o limite de candidatos aprovados em concursos públicos com duas etapas, como aqueles com curso de formação como parte integrante do processo. De acordo com o texto, para cada vaga prevista no edital, seis candidatos podem ser aprovados. Os números conforme as vagas previstas de 2 até 29. A partir de 30 vagas previstas em edital, poderá ser aprovado o triplo de candidatos.

No caso de concursos com apenas uma etapa, o limite de aprovados varia de 5 para cada vaga prevista até o dobro destas, caso a quantidade seja a partir de 30 vagas.

Leia Também:  'Gatinha da Cracolândia' ficará em prisão domiciliar após condenação

O texto prevê ainda que, no caso de concursos que tenham curso ou programa de formação, o número de participantes não pode ser superior ao número de vagas, exceto quando o Ministério da Economia autorizar a nomeação de candidatos aprovados e não convocados, que ultrapassem em até 25% o quantitativo original de vagas.

Em nota, a Secretaria-Geral da Presidência da República explicou que “a alteração não gera regra aplicável diretamente aos certames públicos, mas é um comando dirigido às autoridades que formulam os editais de concurso público”.

“Espera-se que, com a medida, seja possível racionalizar o aproveitamento de candidatos em concursos públicos com curso de formação, em especial os envolvendo pessoal da Polícia Federal e Pessoal da Polícia Rodoviária Federal”, diz a nota.

Edição: Nádia Franco

Fonte: EBC Geral

COMENTE ABAIXO:
Continue Reading

RIO BRANCO

POLÍTICA

POLÍCIA

ACRE AGORA

MAIS LIDAS DA SEMANA

Botão WhatsApp - Canal TI
Botão WhatsApp - Canal TI