BRASIL

Turismo nacional avança mais de 75% em março na comparação com 2021

Published

on

O setor de turismo segue exibindo sinais de consolidação da sua gradual retomada no Brasil. Dados da Pesquisa Mensal de Serviços, divulgada na quinta-feira (12/05) pelo Governo Federal, por meio do Instituto Brasileiro de Geografia (IBGE), revelam que o Índice de Atividades Turísticas registrou um aumento de 75,6% em março no país na comparação com o mesmo mês de 2021.

O resultado foi impulsionado principalmente pelo aumento nas receitas de empresas dos ramos de transporte aéreo, restaurantes, hotéis, rodoviário coletivo de passageiros, locação de automóveis e serviços de bufê. Segundo o IBGE, houve avanços em todas as 12 unidades da Federação analisadas, com destaque para São Paulo (85,7%), Minas Gerais (100%), Rio de Janeiro (42,3%), Rio Grande do Sul (131,3%) e Bahia (66,6%).

Os dados do IBGE revelam, ainda, que o Índice de Atividades Turísticas apresentou um crescimento de 4,5% em março na comparação com fevereiro deste ano, resultado este igualmente verificado em todas as 12 UFs do país incluídas no levantamento. Já no acumulado ao longo dos primeiros três meses de 2022, a taxa medida pelo Instituto registra um aumento de 42,2% referente ao mesmo período do ano passado.

Leia Também:  Indígenas Ianomâmi vão ao STF contra imobilidade do governo

AVANÇOS 

Outros resultados referentes a março corroboram o bom momento do turismo nacional. Segundo a Associação Brasileira de Agências de Viagens Corporativas (ABRACORP), por exemplo, o ramo alcançou um faturamento total de R$ 869 milhões durante o mês, número apenas 2% inferior ao registrado no mesmo período de 2019 (R$ 890 milhões). O setor já havia acumulado receitas de R$ 4,3 bilhões em 2021, uma alta de 18% na comparação com 2020.

Números divulgados pela Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), por sua vez, revelaram que mais de 6,4 milhões de passageiros viajaram em voos nacionais no mês de março. A quantidade representa o dobro de consumidores registrado no mesmo período do ano passado e é 16% superior à verificada no mês anterior, fevereiro, quando 5,5 milhões de pessoas passaram pelos aeroportos do país.

Com os novos dados do Índice de Atividades Turísticas, a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) projeta que o setor de Turismo restabeleça, no terceiro trimestre deste ano, o nível de receitas anteriores ao cenário antes da Covid-19.

Leia Também:  Power Couple: Deborah Albuquerque rejeita comparação com Brenda Paixão

APOIO 

A Medida Provisória nº 1.101, publicada em fevereiro deste ano, alterou novamente os prazos da Lei nº 14.046/2020, sobre regras de cancelamentos, remarcações e reembolsos nos setores de turismo, eventos e cultura. Segundo a MP, proposta pelo MTur e o Ministério da Justiça e Segurança Pública, o cliente tem até 31 de dezembro de 2023 para remarcar ou usar créditos no abatimento ou na compra de serviços. (Saiba mais AQUI).

Outra iniciativa de apoio ao setor adotada pelo Governo Federal, por meio do MTur, é a disponibilização gratuita do Selo Turismo Responsável, que indica o cumprimento de medidas de prevenção à Covid-19 na área. O selo, que já soma 31.294 adesões no país, define protocolos para 15 segmentos turísticos, incluindo guias de turismo. Lançada em junho de 2020, a iniciativa posicionou o Brasil entre as 10 primeiras nações do mundo a implementar providências do tipo. (Saiba AQUI como aderir)

Com informações do Ministério do Turismo.

Saiba mais:

Banner

 

Fonte: Brasil.gov

COMENTE ABAIXO:
Advertisement

BRASIL

O que se sabe sobre o casamento de Lula, que acontece nesta quarta

Published

on

source
O que se sabe sobre o casamento de Lula, que acontece nesta quarta
Daniel Castelo Branco/O Dia

O que se sabe sobre o casamento de Lula, que acontece nesta quarta

ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e sua noiva, a  socióloga Rosangela da Silva, conhecida como Janja, vão se casar, na noite desta quarta-feira (18), em uma cerimônia fechada e com uma lista de convidados restrita. A cerimônia está marcada para as 19h em uma casa de festa na capital paulista.

Petistas históricos, como o ex-ministro Zé Dirceu e Eduardo Suplicy, e nomes da cúpula da campanha de Lula, como o coordenador José Guimarães, ficaram de fora da lista de convidados. A ideia dos noivos foi convidar apenas pessoas mais próximas do casal.

Porém, algumas exceções foram feitas e a lista, que inicialmente tinha 150 pessoas, ultrapassou 200 nomes. Convidados como Chico Buarque e Carol Proner já comunicaram aos noivos que não vão comparecer porque estão fora do país. Outros artistas, como Daniela Mercury, confirmaram presença.

Deverão comparecer amigos de longa data e nomes fortes da pré-campanha, como a ex-presidente Dilma Rousseff (PT); os ex-ministros Aloízio Mercadante (PT), Fernando Haddad (PT) e Franklin Martins; o senador Jacques Wagner (PT-BA) e os ex-governadores Wellington Dias (PT-PI) e Benedita da Silva (PT-RJ).

Há a possibilidade de que os filhos de Lula sejam padrinhos, já que o casamento será não só religioso, mas também civil. Pessoas próximas aos noivos relataram que a opção por familiares seria uma forma de evitar que amigos se sintam desprestigiados.

Leia Também:  Campanha nacional de filiação do PSL terá atividades em cidades do Acre

Privacidade

A cerimônia não vai ser aberta à imprensa e não tem o objetivo de ser um ato político. A decisão do casal é de que os aparelhos celulares vão ser proibidos, tanto por parte do staff do casamento quanto dos convidados. O convite impresso recomenda que as pessoas fiquem “longe dos celulares”.

A maioria dos detalhes da cerimônia foi organizada por Janja, que, segundo interlocutoras, esteve muito ocupada nas últimas semanas com o evento.

Casamento após 4 anos

Janja e Lula começaram o relacionamento no final de 2017, mas só o tornaram público em 2019, quando o petista ainda estava preso em Curitiba. A socióloga foi uma das pessoas mais presentes na vigília em frente à Polícia Federal quando Lula estava preso.

O casal deverá passar a lua de mel em São Paulo, sem viajar, porém também sem local divulgado, e a agenda externa deverá retomar na semana que vem, com viagem para o Rio Grande do Sul e Santa Catarina.

Perfil de Janja

A socióloga Rosangela da Silva, conhecida como Janja, tem 55 anos. Discreta, ela não é uma figura pública nas redes sociais. Janja tem um perfil do Instagram fechado e somente 763 seguidores. Ela é militante do PT desde 1983 e se formou na Universidade Federal do Paraná, entre 1990 e 1994, especializando-se em História e Gestão Social e Desenvolvimento Sustentável.

Leia Também:  Plano Nacional de Educação

Ela já trabalhou na usina de Itaipu Binacional e passou pela Eletrobrás, no Rio de Janeiro, entre 2012 e 2016. Na Itaipu, atuou como coordenadora de programa e assistente da direção-geral e se aposentou em 2020. Nos bastidores, Janja é tida como uma figura de influência sobre Lula e vista com bons olhos por interlocutores do petista.

A reportagem do iG tentou contato com a assessoria de Lula e do Partido dos Trabalhadores (PT) para esclarecer detalhes da cerimônia, mas não obteve resposta até a publicação da reportagem.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo. Siga também o  perfil geral do Portal iG.

COMENTE ABAIXO:
Continue Reading

RIO BRANCO

POLÍTICA

POLÍCIA

ACRE AGORA

MAIS LIDAS DA SEMANA

Botão WhatsApp - Canal TI
Botão WhatsApp - Canal TI