Destaque

Tiro de fuzil no peito: especialista acreano em armamento pesado não acredita na versão de acidente

Published

on

O ex-militar do Exército Brasileiro, Roberto Amorim Gama, especialista em armamento pesado, em especial o FAL (Fuzil Automático Leve), arma com a qual o soldado Carlos Vitor de Matos Silva, do 7º Batalhão de Engenharia e Construção, em Rio Banco (AC), foi baleado com um tiro no peito, na tarde do último sábado, não acredita na versão de acidente.
Ao ser consultado pelo ACjornal sobre o que ele achava da versão apresentada para o caso, Amorim Gama explicou que seria quase impossível uma pessoa treinada para manusear aquele tipo de armamento se acidentar com um tiro na altura do peito esquerdo, como foi anunciado, nesse primeiro momento, pelo comando do 7º BEC.
“O fuzil tem uma trava de segurança que permanece acionada para evitar disparos acidentais. E, mesmo que essa trava estivesse desligada, ainda seria necessário puxar a alavanca de municiamento da arma, dar um golpe de segurança para a munição cai na câmara, e só então o tiro ser efetuado mediante o acionamento manual do gatilho”, explicou o especialista.
Na opinião dele seria praticamente impossível um disparo acidenta, contrariando todo o procedimento de segurança para manuseio desse tipo de arma, atingir uma região tão alta do corpo humano.
“O fuzil é uma arma de cano longo que para ter atingido o peito da vitima precisaria, no mínimo, estar com a boca do cano encostada no local do corpo onde os médicos identificaram a entrada do projétil e o gatilho ter sido acionado, propositalmente, com o dedão do pé após a realização de todos os procedimentos para execução de um tiro intencional”, explicou.
Na nota divulgada pelo setor de relações publicas do 7º BEC, o comando da instituição tratou o caso como acidente de trabalho do militar que se encontrava de plantão, sozinho em um posto de vigilância do próprio quartel, na Avenida Nações Unidas, Bairro Estação Experimental, na capital acreana, quando ocorreu o fato.
O Relações Públicas da instituição, sargento Souza, conversou com o acjornal por telefone, na manhã desta segunda-feira (13/09), e explicou que a versão de tiro acidental corresponde, apenas, à ilustração verbal para esse primeiro momento da apuração dos fatos.
“O comando do 7º BEC tratou o caso como acidente, no primeiro momento dos fatos, só por questões de tramite de protocolo, uma vez que ainda não sabemos, ao certo, em que circunstância o ocorreu o disparo. Mas já foi aberta uma sindicância e instaurado um inquérito para esclarecimento do caso”, declarou o militar em nome do 7º Batalhão de Engenharia e construção.
O soldado atingido com o tiro de fuzil no peito tem 18 anos e faz parte da turma novata que entrou no Exército este ano. Ele foi socorrido pelos médicos da própria corporação e enviado ao pronto socorro de Rio Branco.
Carlos Vitor de Matos Silva passou por duas cirurgias de emergência e, apesar de seu quadro clinico grave, se manteve estável nas ultimas 24 horas. Ele não corre risco de morte, segundo a nota do BEC.
A imagem desta reportagem é ilustrativa

Leia Também:  O fardo do PT é muito pesado para os acreanos, diz Alan Rick ao assinar ficha no DEM

COMENTE ABAIXO:
Advertisement

ACRE

Confira: Prefeitura de Sena Madureira abre processo seletivo com 155 vagas

Published

on

Inscrições abertas para o Processo Seletivo da Prefeitura de Sena Madureira que pretende contratar 155 profissionais na área da educação. Os interessados podem se inscrever exclusivamente por meio eletrônico, até 13 de abril de 2022, no site da Fundape http://fundape.com.br/?e=page&q=2022-02-sena-madureira ,respeitando o horário do Acre.

As vagas são para Professor de Creche (14); Professor da Educação Infantil – Pré-Escola (14); Professor do Ensino Fundamental – 1.º ao 5.º ano (50); Professor da Educação Infantil Pré-Escola – Zona Rural (6); Professor do Ensino Fundamental I – 1.º ao 5.º ano – Zona Rural (41); Professor do Ensino Fundamental II – 6.º ao 9.º ano – Zona Rural (30).

Os profissionais deverão realizar suas funções em jornadas de 25 horas-aula, referente a remuneração máxima atingida de R$1.579,66. O prazo de validade do Processo Seletivo será de oito meses, correspondentes aos meses de maio a dezembro de 2022, prorrogável, a critério da Prefeitura Municipal de Sena Madureira, por período necessário ao cumprimento do ano letivo.

Leia Também:  Governo do Acre reforça quadro de servidores e amplia fiscalização nas fronteiras para enfrentar o Coronavírus

A prova deve ocorrer no dia 01 de maio, com duração de três horas. A prova abordará questões de Matemática, Português, Conhecimentos Gerais, Atualidade, Legislação e Conhecimentos Específicos.

Fonte: Acrenews

COMENTE ABAIXO:
Continue Reading

RIO BRANCO

POLÍTICA

POLÍCIA

ACRE AGORA

MAIS LIDAS DA SEMANA

Botão WhatsApp - Canal TI
Botão WhatsApp - Canal TI