ECONOMIA

Banco Central: Servidores decidem manter greve e enviar contraproposta

Published

on

source
Banco Central: Servidores decidem manter greve e enviar contraproposta
Redação 1Bilhão

Banco Central: Servidores decidem manter greve e enviar contraproposta

Os servidores do Banco Central decidiram nesta terça-feira (21) permanecer em greve por tempo indeterminado por reajuste salarial e reestruturação de carreiras. Segundo o Sinal (Sindicato Nacional dos Funcionários do Banco Central), a categoria também aprovou o envio de uma contraproposta ao BC.

Entre no  canal do Brasil Econômico no Telegram e fique por dentro de todas as notícias do dia. Siga também o  perfil geral do Portal iG

A paralisação começou oficialmente no dia 1º de abril, mas acabou sendo suspensa por duas semanas, durante as negociações com o governo. Os trabalhadores voltaram a cruzar os braços no dia 3 de maio. Na próxima semana, uma nova assembleia está prevista para acontecer.

Na pauta, os servidores pedem que o Banco Central convença o governo a enviar uma medida provisória (MP) ao Congresso Nacional para a reestruturação de carreiras. Também exigem mais diálogo entre representantes do Banco Central e da categoria para discutir as perdas inflacionárias dos salários de analistas e técnicos da instituição. Entre outras coisas, reivindicam ainda compensação pelos dias parados.

No início deste mês, os servidores do BC já haviam apresentado uma contraproposta de reajuste salarial de 13,5%, ante 27% no pedido inicial.

Pouco tempo depois, o presidente Jair Bolsonaro (PL) chegou a descartar reajuste salarial para o funcionalismo público neste ano. Em contrapartida, o governo prometeu aumentar o vale-alimentação de seus funcionários.  A ideia, no entanto, pode não sair do papel.

A paralisação dos servidores do Banco Central tem prejudicado a publicação de diversos relatórios e indicadores importantes para o mercado financeiro, como o Boletim Focus, que traz as projeções do mercado sobre inflação, taxa básica de juros (Selic) e Produto Interno Bruto (PIB).

COMENTE ABAIXO:
Advertisement

ECONOMIA

Aneel mantém bandeira tarifária verde para julho

Published

on

source
Hoje, há 212 localidades isoladas do SIN, com consumo energético abaixo de 1%
Agência Brasil

Hoje, há 212 localidades isoladas do SIN, com consumo energético abaixo de 1%

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) decidiu acionar a bandeira verde no mês de junho para todos os consumidores conectados ao Sistema Interligado Nacional (SIN). De acordo com a agência, dessa forma, não haverá cobrança extra na conta de luz no próximo mês.

É o segundo anúncio de bandeira verde realizado pela Aneel desde o fim da Bandeira Escassez Hídrica , que durou de setembro de 2021 até meados de abril deste ano. Em maio, a agência já havia acionado a bandeira verde . Segundo a Aneel, na ocasião, a bandeira verde foi escolhida devido às condições favoráveis de geração de energia.

Criadas em 2015 pela Aneel, as bandeiras tarifárias refletem os custos variáveis da geração de energia elétrica. Divididas em níveis, as bandeiras indicam quanto está custando para o SIN gerar a energia usada nas casas, em estabelecimentos comerciais e nas indústrias.

Leia Também:  Bolsonaro fala em acionar Justiça contra Petrobras por combustíveis

Quando a conta de luz é calculada pela bandeira verde, significa que a conta não sofre qualquer acréscimo. Quando são aplicadas as bandeiras vermelha ou amarela, a conta sofre um acréscimos, que variam de R$ 1,874 por 100 quilowatt-hora (kWh) consumido a 9,492 por 100 kWh.

O Sistema Interligado Nacional é dividido em quatro subsistemas: Sudeste/Centro-Oeste, Sul, Nordeste e Norte. Praticamente todo o país é coberto pelo SIN. A exceção são algumas partes de estados da Região Norte e de Mato Grosso, além de todo o estado de Roraima.

Atualmente, há 212 localidades isoladas do SIN, nas quais o consumo é baixo e representa menos de 1% da carga total do país. A demanda por energia nessas regiões é suprida, principalmente, por térmicas a óleo diesel.

COMENTE ABAIXO:
Continue Reading

RIO BRANCO

POLÍTICA

POLÍCIA

ACRE AGORA

MAIS LIDAS DA SEMANA

Botão WhatsApp - Canal TI
Botão WhatsApp - Canal TI