ECONOMIA

Lira pede ‘sensibilidade’ à Aneel sobre reajuste na conta de luz

Published

on

source
Arthur Lira
O Antagonista

Arthur Lira

O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), em pronunciamento à TV Câmara, afirmou que espera sensibilidade da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) e das distribuidoras para que possam reduzir as tarifas de energia. Lira se reuniu com o ministro de Minas e Energia, Adolfo Sachsida, e parlamentares para discutir a situação do reajuste da conta de luz e do projeto de decreto legislativo que susta esses aumentos.

Entre no canal do Brasil Econômico no Telegram e fique por dentro de todas as notícias do dia https://t.me/iGBrasilEconomico. Siga também o perfil geral do Portal iG https://t.me/portalig

“Esperamos uma resposta bastante curta para a Câmara poder discutir dentro do Plenário a solução desse problema. Espero que venha da sensibilidade da Aneel e das distribuidoras”, disse Lira acrescentando que diversos deputados participaram da reunião nesta quarta. “Esperamos que até o final do dia possamos ter um encaminhamento das discussões que ocorrerão nas comissões permanentes”, afirmou.

“Tivemos uma reunião bastante produtiva, o ministro vai se reunir com as distribuidoras e com a Aneel para buscar uma saída equilibrada. Apesar de ser contratual, esse aumento pode ser minimizado”, adiantou Lira.

No início do mês, o Plenário aprovou urgência para o Projeto de Decreto Legislativo (PDL) 94/22, que suspende o reajuste tarifário anual de 2022. Lira já havia dito que os contratos precisam ser obedecidos, mas podem ser discutidos para que esse aumento seja esclarecido.

A proposta, embora seja sobre o aumento das tarifas da Enel, no Ceará, vai ser discutida no Plenário para valer para todos os aumentos concedidos no País.

COMENTE ABAIXO:
Advertisement

ECONOMIA

Em resposta, Rússia anuncia sanções contra esposa e filha de Biden

Published

on

Putin, presidente da Rússia, e Bide, presidente dos Estados Unidos
Wikimedia Commons / Gage Skidmore

Putin, presidente da Rússia, e Bide, presidente dos Estados Unidos

O governo da Rússia anunciou nesta terça-feira (28) mais um pacote de sanções contra 25 norte-americanos, incluindo Jill e Ashley Biden, esposa e filha do presidente norte-americano, Joe Biden, respectivamente.

Segundo o Ministério das Relações Exteriores, em nota repercutida pela agência estatal de notícias Tass, todos foram punidos por sua “linha russofóbica”.

Entre no  canal do Brasil Econômico no Telegram e fique por dentro de todas as notícias do dia. Siga também o  perfil geral do Portal iG 

“A Rússia adicionou 25 norte-americanos na lista como resposta à expansão das sanções dos EUA contra políticos e figuras públicas russos, entre eles, senadores responsáveis por desenvolvimento de políticas russofóbicas, como membros do chamado grupo McFall-Yermak, que vem dando recomendações em restrições contra a Rússia, incluindo membros da família do presidente Joe Biden”, diz o documento.

Rússia e EUA vêm trocando sanções desde o início da guerra na Ucrânia, em fevereiro deste ano, e centenas de pessoas já foram afetadas pelas punições que, em sua maioria, vetam a entrada nos territórios nacionais ou congelam ativos existentes em ambas as nações.

Fonte: IG ECONOMIA

COMENTE ABAIXO:
Continue Reading

RIO BRANCO

POLÍTICA

POLÍCIA

ACRE AGORA

MAIS LIDAS DA SEMANA

Botão WhatsApp - Canal TI
Botão WhatsApp - Canal TI