manchete 3

Prefeitura de Rio Branco avalia pagar aluguel social a vítimas de enxurrada que perderam tudo

Published

on

A Prefeitura de Rio Branco analisa repassar aluguel social para famílias que perderam tudo na enxurrada dos igarapés nesse final de semana. Ao menos 500 famílias já foram cadastradas . Todas tiveram perdas durante o transbordamento dos igarapés que cortam Rio Branco (São Francisco, Judia e Batista).
A secretaria de ação social separou duas escolas, a Álvaro Vieira da Rocha e Adid Jatene, para receber as famílias que ainda não podem retornar para suas casas. Uma igreja também está recebendo as pessoas mais afetadas. Ao todo 15 famílias estão nesses abrigos.
Na escola Álvaro Vieira da Rocha, no bairro Conquista, são sete famílias abrigadas, e cada sala de aula virou momentaneamente a casa de uma família.
A prefeita em Exercício, Marfisa Galvão, informou que a prefeitura está atendendo diretamente 500 famílias, e muitas estão abrigadas em casas de parentes e amigos.
“Essas pessoas também precisam de ajuda, por isso estamos cadastrando e buscando a melhor foram de ajudar nesse momento tão difícil”, relatou. Ele disse que o aluguem social dependeria a situação de cada família.
As famílias aos poucos tentam limpar as casas e voltar a rotina do lar. Nas ruas onde os igarapés afetaram as casas, os móveis estragados estão no meio da rua. Apesar do retorno das famílias ainda existe o medo. Segundo a Defesa civil, as chuvas não vão parar e os igarapés podem voltar a subir.
A prefeitura analisa agora quais os imóveis têm segurança para receber de volta as famílias.

Leia Também:  Fiscal da Sefaz Acre procurado por corrupção recebe ordem de prisão ao comparecer ao MP

COMENTE ABAIXO:
Advertisement
Click to comment

You must be logged in to post a comment Login

Leave a Reply

manchete 3

Após “Inimigos da Educação”, sindicato lança campanha “Amigos da Educação”

Published

on

A estratégia do Governo estadual não saiu como o esperado após a aprovação do percentual de 5,42% oferecido aos servidores públicos. Revoltados, os trabalhadores prometem ser “uma pedra no sapato” dos gestores e dos deputados da base de apoio ao Executivo.
Logo após a votação na Aleac durante sessão extraordinária realizada na madrugada desta sexta-feira, 1° de abril, servidores da Educação deram início a campanha “Inimigos da Educação” que tem por objetivo mostrar para a população que foram os gestores e parlamentares que votaram a favor do governo e contra os servidores.
Já na tarde de hoje o Sinteac divulgou nas redes sociais a uma nova campanha, desta vez com objetivo de mostrar quem são os parlamentares que ficaram do lado dos servidores. Um banner comos dizeres “Amigos da Educação. Todos foram guerreiros. Obrigado deputados, passou a circular nas redes sociais.
Sindicatos como da Educação, Saúde, Médicos e Policiais Civis afirmaram que não darão trégua ao governador Gladson Cameli e também aos parlamentares da base de apoio do governo até o final das eleições.
Fonte: Notícias do Acre

Leia Também:  No escritório é melhor: pesquisa aponta que 38% das mulheres já foi infiel ao menos uma vez durante o relacionamento

COMENTE ABAIXO:
Continue Reading

RIO BRANCO

POLÍTICA

POLÍCIA

ACRE AGORA

MAIS LIDAS DA SEMANA

Botão WhatsApp - Canal TI
Botão WhatsApp - Canal TI