Ministério Publico

MPAC acompanha incineração de 600 kg de drogas em Rio Branco

Published

on

O Ministério Público do Estado do Acre (MPAC), por meio do Centro de Apoio Operacional das Procuradorias e Promotorias de Justiça Criminais (CAOP- CRIM) participou, na manhã desta quarta-feira (22), de uma operação da Polícia Federal (PF) para a incineração de aproximadamente 600 quilos de drogas, como cocaína e maconha. O evento foi promovido em alusão à Semana Nacional de Políticas sobre Drogas, que acontece entre os dias 20 a 24 deste mês.

O procedimento foi acompanhado pela promotora de Justiça e coordenadora do Caop-Crim, Aretuza de Almeida Cruz, além de representantes do Poder Judiciário, Ministério Público Federal e Vigilância Sanitária do Acre. As drogas são provenientes de apreensões realizadas pela PF e Polícia Rodoviária Federal (PRF), desde novembro do ano passado, em virtude de prisões em flagrante delito, assim como em decorrência de operações policiais no âmbito de investigações de repressão ao tráfico de drogas e de combate a facções criminosas conduzidas pela PF.

A coordenadora do Caop-Crim falou sobre a importância da ação, lembrando que o Acre se tornou uma porta de entrada para ilícitos como drogas e armas provindas de países fronteiriços, despertando interesse de organizações criminosas que disputam território entre si para garantir o domínio dessa rota.

Leia Também:  MPAC recebe equipe do Serviço Social da Indústria

“Um quantitativo como esse de substâncias incineradas demonstra um trabalho árduo e efetivo pela Polícia Federal e Polícia Rodoviária Federal em um curto período de tempo. O MPAC mantém e renova o seu compromisso e parceria com outras instituições no combate à criminalidade e exalta a atividade das forças policiais, notadamente a PF e PRF, no que tange a esse alto volume de apreensões”, destacou.

A incineração das drogas é uma obrigação legal conforme a Lei nº 11.343, de 23 de agosto de 2006, que instituiu o Sistema Nacional de Políticas Públicas sobre drogas.

Agência de Notícias do MPAC

Foto: Jean Luiz

COMENTE ABAIXO:
Advertisement

Ministério Publico

MPAC anuncia instalação da 2ª Promotoria Especializada de Saúde

Published

on

O Ministério Público do Estado do Acre (MPAC) anunciou a instalação da 2ª Promotoria de Justiça Especializada de Defesa da Saúde de Rio Branco. A proposta foi apresentada pelo procurador-geral de Justiça Danilo Lovisaro do Nascimento e aprovada, por unanimidade, pelo Colégio de Procuradores de Justiça durante a 6ª sessão plenária ordinária, nesta sexta-feira, 24.

Segundo o procurador-geral, a instalação da nova promotoria leva em consideração o número de feitos em andamento na 1ª Promotoria Especializada de Defesa da Saúde, além da complexidade dos problemas de saúde pública.

“Como é do conhecimento de todos, o problema da saúde, em nosso Estado e em todo o Brasil, é extremamente grave, valendo destacar os recentes casos de morte de crianças em decorrência de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) no Acre, o que já é objeto de investigação no Ministério Público”, disse.

O procurador-geral acrescentou que a nova promotoria é mais do que necessária, “notadamente diante da contínua e incessante premência de atuação firme e resolutiva, com vistas ao aprimoramento e fiscalização da oferta de serviços de saúde à população”.

Leia Também:  MPAC realiza vistoria na Maternidade Bárbara Heliodora

Na mesma sessão, o Colégio de Procuradores de Justiça também aprovou a instalação da Promotoria de Justiça Cumulativa de Assis Brasil, Promotoria de Justiça Cumulativa de Capixaba e a desinstalação da 2ª Promotoria de Justiça Cível de Rio Branco.

“Assim será possível que o Conselho Superior analise na próxima sessão a deflagração dos processos de remoção e promoção, garantindo a mobilidade na carreira a todos os membros do MPAC”, ressaltou.

Texto: Kelly Souza
Foto: Tiago Teles
Agência de Notícias do MPAC

COMENTE ABAIXO:
Continue Reading

RIO BRANCO

POLÍTICA

POLÍCIA

ACRE AGORA

MAIS LIDAS DA SEMANA

Botão WhatsApp - Canal TI
Botão WhatsApp - Canal TI