Mulher

Dia dos solteiros: confira como cada signo lida com a solteirice

Published

on

Dia dos solteiros: confira como cada signo lida com a solteirice
Redação EdiCase

Dia dos solteiros: confira como cada signo lida com a solteirice

No dia 15 de agosto é celebrado o Dia dos Solteiros e, com a data, sempre vem aquela dúvida: os solteiros estão felizes ou gostariam de estar com o crush? Cada signo vive essa fase da vida de maneira única. Tem pessoas que gostam de sair para curtir, tem aqueles que sofrem e aqueles que nem pensam em começar uma relação tão cedo.

“Os astros causam influência direta na maneira que cada signo lida com esse status. Enquanto alguns signos enfrentam esse momento de maneira leve, outros enxergam como o fim do mundo. Por isso, além da Astrologia te permitir conhecer a personalidade de cada um, ela te ajuda a lidar melhor com cada momento da vida”, explica a astróloga Yara Vieira. Ela explica como cada nativo do zodíaco age quando está solteiro. Confira!

Áries

Os nativos de Áries são apaixonados por diversão , liberdade e aventura. Isso quer dizer que não pensam duas vezes para dizer o que desejam. Se um ariano não se sente à vontade, vai em busca de novos desafios, sempre rodeado por pessoas que gosta.

Touro

Os nativos de Touro são mais analíticos quando estão solteiros. O coração dos taurinos é algo precioso e que não pode ser entregue a qualquer um. Contudo, ficar solteiro não é a melhor coisa, pois eles gostam sempre de estar acompanhados.

Leia Também:  Confira a lista de candidatos ao Governo de Santa Catarina

Gêmeos

Os nativos de Gêmeos são seletivos , preferem estar com pessoas diferentes até terem certeza se querem um compromisso. O que faz o coração deles balançar é o poder de conquistar. A pessoa de Gêmeos é do tipo que fica solteira, mas não sozinha, prefere ter seus contatinhos prontos.

Câncer

Os cancerianos são muito sensíveis e sensitivos. Estão com o instinto sentimental sempre ligado, principalmente quando o assunto é família, amigos e coração. As pessoas de Câncer podem até ficar muito tempo solteiras, mas não abrem mão de buscar um amor.

Leão

Os nativos de Leão são sempre muito confiantes e buscam pelo melhor. Quando estão solteiros, não se envolvem com qualquer pessoa. Prezam muito a vontade e o desejo de estar com o outro, além da qualidade do relacionamento. Se divertir é prioridade. Para eles, cada segundo importa.

Virgem

Ilustração do signo de Virgem
O solteiro de Virgem (Imagem: Adobe Stock)

Viajar, curtir e sair para dançar é tudo que agrada esse nativo na solteirice. No coração, os virginianos carregam uma esperança muito grande de encontrar alguém e, às vezes, até acabam se iludindo por isso.

Libra

Os librianos gostam muito de companhia e comprometimento, mas, por outro lado, sabem aproveitar quando estão só. Possuem uma grande sede por aprendizado, comunicação e por conhecer pessoas. Adoram uma boa conversa e uma paquera gentil.

Leia Também:  Alisantes ácidos para cabelos podem causar sérios problemas de saúde

Escorpião

Os escorpianos são bem intensos e não gostam de conquista. Um relacionamento sério é mais a vibe deles. Por isso, a vida de solteiro pode ser um pouco mais complicada para a pessoa de Escorpião.

Sagitário

Os nativos de Sagitário gostam da solteirice . É uma fase que pode ser bem aproveitada. Eles se doam em qualquer situação que estiverem vivendo. Isso porque eles sabem que o amor vai vir, mas que cada momento deve ser vivido da melhor forma.

Capricórnio

Ilustração do signo de Capricórnio
O solteiro de Capricórnio (Imagem: Adobe Stock)

A solidão assusta um pouco os nativos de Capricórnio, mas eles utilizam isso para o crescimento próprio. Não gostam de depender de ninguém e adoram a estabilidade.

Aquário

Os aquarianos prezam muito pela liberdade . Buscam muito por realizar as próprias coisas, sem depender de ninguém. Esse é um dos principais motivos de ficarem ou continuarem solteiros.

Peixes

Os piscianos são românticos incuráveis. Isso é muito bom, porque são pessoas que topam experiências novas. Só que o lado negativo é que o sofrimento pode vir no combo. Acabam sendo mais sensíveis e sofrendo mais. Contudo, isso não impede que eles curtam uma fase boa sozinhos.

Por Luana Farias 

Fonte: IG Mulher

COMENTE ABAIXO:
Advertisement

Mulher

CEO de banco dá dicas para entrar no mercado financeiro

Published

on

Natalia Dias ocupa posto de comando no mercado financeiro
Divulgação

Natalia Dias ocupa posto de comando no mercado financeiro

Ela alcançou o topo da carreira em um mercado altamente masculino. Natália Dias é hoje a CEO do Standard Bank Brasil e prova de que é possível ter uma trajetória de sucesso no mercado financeiro. Muitas mulheres nem tentam diante da barreira masculina que se ergue desde o início, mas Natalia garante que é possível. Para aquelas que sonham em ingressar na área, as dicas são valiosas. Confira!

iG Delas: Como vc entrou no mercado financeiro?

Natália Dias : Foi mais por acaso, mas com forte determinação. Eu queria trabalhar em mercados mais criativos, com moda. Estamos falando da década de 90, todo mundo ia para agências de marketing e publicidade. Eu fiz uma lista de cinco empresas que admirava, e as multinacionais tinham os melhores programas de trainees. Eram 4 empresas e 1 banco. Todos faziam muito investimento na seleção. Entrei no banco e estou até hoje. Não se limite pela inclinação e gosto, você vai aprender na pratica. 

Entre no  canal do iG Delas no Telegram e fique por dentro de todas as notícias sobre beleza, moda, comportamento, sexo e muito mais!

iG Delas: Quais foram as principais barreiras para consolidar sua carreira?

Natália Dias: Tive várias, vieses do ambientes corportivos, premissas injustas, de que a mulher vai estar menos comprometida, é uma falácia. Sempre fui dedicada ao trabalho, me casei mais tarde, sempre investi no meu desenvolvimento e autonomia financeira. A mulher precisa trabalhar mais, tem de se provar o tempo todo. E há uma desigualdade e acesso. A liderança é sempre o homem hetero branco, você não vai estar em rodinhas de conversa, nem sair para fazer happy hour. Nunca precisei fazer isso, mas enfrentei a síndrome de impostora. Quando percebi que não seria a escolha natural para o cargo que tenho hoje, enfrentei e venci. 

Mulheres ainda são raras no mercado financeiro
Pixabay

Mulheres ainda são raras no mercado financeiro

Leia Também:  Samara Felippo desabafa sobre a solidão da maternidade solo

iG Delas: Muito se fala em empoderamento feminino. O que é empoderamento feminino pra você?

Natália Dias: Refletindo sobre esse conceito, é o ato de dar uma consciência para a mulher de seu lugar na sociedade. Históricamente, o homem saía para o trabalho e a mulher ficava em casa. Pesquisas mostram que levaremos 132 anos para atingir os homens, nas conquistas políticas, na autonomia financeira. É sobre meu corpo, minhas regras, sobre liberdade de falar que não quer ser mãe, passei por isso, fiz tratamento, mas quando a gente desistiu foi uma felicidade. Mas sei que estou numa situação de privilégio, que eu chamo de feminismo corporativo. Precisamos pensar enquanto sociedade, para a mulher que está na base da pirâmide. A luta é de todo mundo, é uma questão de peso na economia também. A economia feminina movimenta 28 trilhões de dólares, em 2030 40% da mão de obra vai ser feminina e chegar a 43 trilhões de dólares. 


iG Delas: Quais características uma mulher precisa ter para ser bem-sucedida em um mercado ainda tão masculino?

Natália Dias: No desenvolvimento pessoal, estudar, ter conhecimentos técnicos e soft skils, inteligência emocional. As mulheres sempre serão alvo de olhares mais críticos e vão ter de se provar mais. Mas elas não precisam imitar os homens. Empresas têm função social e precisam de uma liderança mais empática. Aquele modelo de comando e controle não serve mais. Temos de ser empreendedoras dentro de si mesmas.

Acompanhe também perfil geral do Portal iG no Telegram !

iG Delas: A gestão feminina nem sempre é bem aceita por subordinados homens. Como você agiu para conquistar a confiança do seu time?

Natália Dias : Não tive problema de ter meu tipo de gestão aceito, pude me preparar, ter capacidade técnica, dar espaço para a colaboração. Tenho experimentado outras mulheres mais sênior, é mentira que mulher compete com mulher. 

iG Delas: Que conselhos você daria a uma jovem estudante que pretende ingressar no mercado financeiro? 

Natália Dias:  Não tem crescimento dentro da zona de conforto. Arrisque, experiencias novas,  ugar de mulheres é onde ela quiser. Não existe impedimento. Em toda profissão, 10% é talento. Vai estudar e vai conseguir. Investir do ponto de vista pessoal, dos sabotadores, fazer terapia. Quanto mais você se entende, melhor você se sai. Use as organizações, aproveite as mentorias, com mulheres mais sênior, é importante dividir os nossos conhecimento. Ser empreendedor de si mesmo. 


Fonte: IG Mulher

COMENTE ABAIXO:
Continue Reading

RIO BRANCO

POLÍTICA

POLÍCIA

ACRE AGORA

MAIS LIDAS DA SEMANA

Botão WhatsApp - Canal TI
Botão WhatsApp - Canal TI