Connect with us

Política

Ney Amorim enaltece ação da PF e aguarda parecer jurídico para providências administrativas

Postado

Em

Em nota, na tarde desta quinta-feira, o presidente Ney Amorim informa que abrira investigação interna a fim de apurar o envolvimento de funcionários em supostas irregularidades na relação com uma empresa de publicidade que presta serviços ao Poder Legislativo. A Procuradoria Jurídica da Aleac emitira um parecer com as recomendações a serem adotadas pela mesa-diretora. O juiz federal Herley da Luz Brasil, que determinou prisões e busca e apreensões em Rio Branco, Xapuri e Sena Madureira, na Operação Hefesto, esclareceu que não ha políticos envolvidos. Em vídeo, os delegados que acompanharam a operação negaram que o deputado presidente da Aleac esteja sendo investigado. “Operações desta natureza demonstram a importância da atuação seria e isenta dos órgãos de controla, especialmente a Policia Federal”, destacou Ney Amorim.

A PF foca, exclusivamente, um crime de suborno em que estão envolvidas setes pessoas presas. No entanto, de acordo com a investigação, a Assembleia Legislativa e citada como vitima de supostas irregularidades em contratos públicos.  “Não posso fazer julgamento precipitado. E preciso respeitar o direito das pessoas que lamentavelmente se veem envolvidas nessa situação de prestar esclarecimento”, disse o deputado.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2018 Ac Jornal - Todos os direitos reservados.